segunda-feira, 11 de outubro de 2010

A importância de te chamares Jorge...

A páginas tantas, Jorge telefona ao Zé e diz-lhe: "Zé, se o Valentim te perguntar se te disse qual o árbitro que queria, dizes que não, ouiste?". Ao que o Zé anuiu.
Nunca ninguém quis saber o porquê desta conversa. Nem nunca ninguém atribuiu relevo a esta conversa.
Tirando eu, que desde que a conheço - contaram-ma no início do processo - sempre disse que era fundamenal apurar qual a razão desse pedido...
Muito mais agora, que está em cima da mesa o futuro da arbitragem em Portgal, com a escolha do futuro Presidente do Conselho de Arbitragem.
É evidente que toda a gente sabe que Pinto de Sousa é amigo de muitos árbitros e tem grande poder de, chamemos-lhe assim, influência.
O que muita gente não sabe, e devia saber, é que Pinto de Sousa é amigo de infância de Pinto da Costa e seu confidente de largos anos...
Podemos confiar na bondade dos encontros de Pinto de Sousa com os árbitros? É que quando confrontado pelo Presidente da Liga, Major Valentim Loureiro, se Pinto da Costa, presidente de um clube que competia na Liga Profissional, tinha pedido algum árbitro para um jogo, Pinto de Sousa mentiu e disse que não. Tudo a pedido do seu velho amigo... Porquê? A resposta vale uma bicicleta...

2 comentários:

Constantino disse...

Porque era um fcp-boavista e os axadrezados iam ser encavados à força toda? (esta resposta é mais para ver se a resposta correcta aparece)

Avô Maltine disse...

De repente lembrei-me deste filme:

http://www.youtube.com/watch?v=sXQ940YSD2A