segunda-feira, 19 de julho de 2010

Uma vergonha!

Qualquer apreciador de ciclismo vos pode dizer uma coisa: o que se passou hoje no Tour é uma vergonha!

Não é com doping que matam o ciclismo. É com estas coisas.

10 comentários:

JNF disse...

É um cerdo. E mentiroso. O que disse depois da etapa foi ainda mais nojento.

troza disse...

E mais a cena do rádio estar avariado quando tirou a etapa ao vino (e não ofereceu a vitória na etápa ao outro ciclista que o ajudou a ganhar 10 segundos ao Schleck, coisa que um tal de Armstrong fez muito nos 7 anos que ganhou o tour), mais a aceleração da astana quando o armstrong caíu.

O ciclimos tinha essa superioridade em relação a muitos desportos: verdadeira luta contra o dopping (que chegou a um exagero quando mandaram o Rasmunsen embora... ele que era o ciclista que mais controlos tinha feito na edição de 2007. O que ele fez não foi correcto mas lembro-me que se podiam faltar a 2 controlos, desde que fossem cumpridos umas exigencias) e um fair-play extraordinário, tendo o seu expoente máximo em Armstron e Ulrich. É uma pena ver isto. Espero que ele tenha uma queda "à Beloki" porque merece.

Pedro disse...

Q aconteceu?

Constantino disse...

Não quero ser saudosista parolo, mas para mim o ciclismo espectaculo morreu com o Pantani. Se já andava moribundo com o doping, em 2004 morreu. Pessoalmente o canto do cisne foi o controlo positivo do Nuno Ribeiro que me tinha colado outra vez à TV no ano passado. Agora já não quero saber de voltas, vueltas, giros e tours.

abidos disse...

Normalmente concordo com as tuas opiniões desta vez discordo completamente.

O Contador não fez nada de especial, e tenho a certeza que o Andy faria a mesma coisa em situação inversa, a avaria não foi da responsabilidade do Alberto, nem do Sanchez, nem do Menchoz...
E não vale a pena começarem com teorias que o Andy ia dar 'minutos' ao Contador, porque o ataque só pareceu ter algum sucesso, porque o Contador estava 'preso' no tráfego do pelotão, com o Vino na roda do Andy, dava no máximo 10 segundos sem avaria, para ficarem todos juntos.

Aliás quando o Contador no contra-relogio ganhar 3 minutos ao Andy, podem fazer as contas...!!!


E já agora para os 'amantes' do fair-play do Armstrong, relembro a queda do Beloki!!! Sempre a fundo, corta-mato e tudo, nunca hesitou...

Uma coisa é numa fuga a dois, abdicar da vitória da etapa, para beneficiar na Geral, ou quando existe numa queda numa altura 'morta' da etapa baixar a velocidade no pelotão, outra coisa foi o que aconteceu hoje, já vi muitas quedas em descidas no final de etapas, e não me recordo de alguém ficar à espera. Por exemplo o Ulrich caiu várias vezes...!!!

Acho ainda a comparação com o Doping infeliz, porque o Doping mata o desporto(qualquer desporto), e 'mata' os atletas, e não é preciso ser apanhado no controle, perguntem à Griffey-Joyner (ainda hoje recordista dos 100 e 200 metros femeninos)!!!

Esta parece mais uma novela 'estilo' Michael Schumacher, existe sempre a tentação de fazer destes duelos desportivos, argumentos tipo Cowboys vs Indios, Bonzinhos contra os Maus, por favor...!!! O Contador não comprou o árbitro, nem passou uma rasteira...

Luis Fernandes disse...

Abidos tanto foi errado, que o próprio Contador veio pedir desculpa...
Era o mínimo...

Mr. Shankly disse...

"Não é com doping que matam o ciclismo. É com estas coisas. "

Não foi bonito, mas daí a ser pior que doping...
Como bem disse o abidos, o doping mata os atletas e desvirtua resultados. O resultado de ontem não se pode considerar desvirtuado, mas um aproveitou o azar do outro. Não acho bonito, como disse, mas de vê lá que tanto mata o ciclismo que hoje provavelmente é o que se discute mais ddesportivamente. Cenas destas sempre existiram em qualquer desporto, e não o matam, bem pelo contrário.

PoucOriginaL disse...

Que comentário mais idiota, enfim. Se sabe tanto do tour e de ciclismo a ver se se lembra da etapa nº2 e nº3 desta edição.

E o sclheck em vez de se fazer de virgem ofendida devia canalizar a frustração do azar que teve e tentar dar um grande show no tourmalet.

abidos disse...

Luis Fernandes

As supostas desculpas do Contador, não passam de uma tentativa de minimizar possiveis efeitos na imagem do atleta. Relações públicas no seu melhor...

Recordo que ainda na Bélgica o Schelck caiu, e o pelotão parou, poucos dias depois no Pavé(empedrado) muitos furaram, outros cairam, e ninguém parou, especialmente a Saxo Bank que estava a 'atacar' a corrida(e fizeram muito bem).

Anibal disse...

Não consigo compreender...
Se defesa escorrega, o avançado pára?
Quantos furos há em cada etapa? alguém pára? Quantas correntes saltam em cada volta? alguém pára?
Só pode ser brincadeira!! Todos estão à espera de um momento de fraqueza para atacar, seja por motivos físicos ou técnicos. Sempre assim foi e sempre assim será. Competição é competição e tudo o que é legal é também moral.
Se tivesse acontecido com o 129º classificado, ninguém dizia nada.
No ciclismo, como na vida...