sábado, 13 de agosto de 2011

Gil Vicente x Benfica

Há coisas realmente esquisitas. Pode-se justificar com tudo: remate do Laionel do meio da quinta e que entra, falhanço do Jara em frente à baliza, vantagem de dois golos e desperdício da mesma, ou então que é só a 1ª jornada do campeonato e ainda há muito ponto pela frente. Todo este tipo de argumentos são válidos para quem os quiser, assim como o que vem a seguir.

Jorge Jesus experimentou dois sistemas tácticos durante a pré-época, à semelhança da pré-época passada. Em ambos, necessita de jogadores com determinadas características. Se no 4-1-3-2, é necessário um ponta-de-lança do tipo do Cardozo (alto) para permitir ao Saviola procurar outras posições e arrastar defesas contrários, no 4-3-3 ou 4-2-3-1, é necessário haver jogadores com características que permitem pausar o jogo e outros com maior mobilidade atacante.

Jorge Jesus testou os dois. Fizeram-se aquisições no sentido de potenciar mais um sistema do que outro. Um dos sistemas foi o que melhores resultados apresentou. E porque é que, faltando um jogador que é necessário num determinado sistema, se escolhe esse sistema para a primeira jornada? Pode-se argumentar, que rapidamente o Benfica chegou ao 2-0, mas também convém referir que o Gil Vicente na primeira parte criou oportunidades para dar dificuldades ao Benfica e foram muitas.

Quando, na segunda parte, Pablo Aimar é obrigado a sair devido a lesão, Jesus deveria reforçar o meio-campo benfiquista não só com Witsel, mas também com Matic, por forma a pausar o jogo e a adoptar o sistema que lhe tinha dado, na pré-época os melhores resultados, ao nível da gestão de jogo e de esforço. E Matic serve para isso na perfeição. Não quis e pagou o preço de quem anda na bola. Sofreu um golo, quando não o deveria sofrer, já que depois o tempo para a recuperação da liderança no marcador era escasso.

O que fica do jogo em Barcelos é que o Benfica continua a ter um bom plantel. Não é um Muito Bom plantel, porque Jardel não é claramente opção para substituir Luisão e Emerson, por muito esforçado que seja, é muito mais fraco do que Capdevila. O bom plantel que o Benfica tem chega-lhe para ganhar o campeonato, caso o treinador o queira, optando por escolher o melhor sistema, em função do adversário e dos jogadores que tem à disposição. Pensar em ir para um jogo em que as "favas estão contadas" nunca deu bom resultado.

Humildade, caralho! É disso que se fazem os campeões!

Viva o Benfica!

16 comentários:

Alberto disse...

Completamente de acordo Mister D. Foda-se eu mal vi o 11 titular fiquei logo doente...porra se ainda tivesse o Cardozo ainda aceitava agora o Saviola Jara (jogaram alguma vez juntos na pre-epoca?)

Outra das coisas é..um meio campo com Javi Gaitan Nolito e Aimar não é um meio campo coeso caralho!

O Jesus que deixe de ser casmurro!

Pedro disse...

Jesus tem uma agenda que não consiste com a agenda do Sport Lisboa e Benfica.

Capos, vocês que estão sempre bem informados é verdade q Capdevila é escolha de Rui Costa e que o treinador queria o Ansaldi?

Jardel é boa alternativa para Luisão pq cumpre perfeitamente nestes jogos que são 90% dos jogos do SLB. Por ele não tiveste um unico problema. E bastava o treinador querer e tinhas um meio campo mais forte e o Gil tinha ficado pelas intensões pois não passaria do nosso meio campo.

Repito: Jesus tem uma agenda própria. Ou então é um dos piores treinador que passou pelo SLB nos últimos largos anos. Eu não acredito nisso e vocês?

jose garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jose garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jose garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MS disse...

Li no blogosfera um comentario que me pareceu pertinente: este Benfca joga como o Jara, quando sai e com velocidade e espectacularidade, quando nao sai e trapalhada e ineficacia. Ou seja, jogamos de forma algo descontrolada.

Isto bate certo com umas declaracoes de AVB quando treinava o fcp que achei acertadas na analise, onde diziaque o Benfica jogava na vertigen da velocidade e o fcp no controlo dos momentos do jogo.

Horácio disse...

Continua a falta de humildade e excesso de arrogância. Assim não vão lá.

Irons disse...

Temos um plantel enorme, em qualidade, com um treinador burro, casmurro, teimoso e vaidoso!Quando não se quer lançar um jogador que tem no banco, porque não escolheu, não venham com a treta, "ah se ele estava no banco é porque o JJ gosta dele", sim falo do Mora, é preciso brandir aos céus!! FDX, custava muito tirar o Jara, que esteve em noite desastrada e por o Mora!? Tirava ao intervalo o Jara e o Aimar e punha o Witsel e o Matic, depois era Saviola por Mora!! Mas, não, é burro, burro e burro e vê-se 2 pontos a voar sem necessidade alguma!Que puta de azia que tenho!

Passaralho disse...

É oficial:

Quanto mais tempo o pedante-vendido-amante-do-bufolas-comissionista-que-só-aposta-em-jogadores-escolhidos-por-si, a quem chamam 'mestre das táticas', estiver na Luz, mais fodidos estamos.

Não tem categoria, não tem estofo, não tem elevação e é burro que nem uma porta.
Além de ser anti-benfiquista e se estar a cagar desde que caia o dele ao fim do mês.

A maior foda vai ser quando for treinar os andrades e mudar de tática. Porque se for para manter esta e esta burrice, pode ir já!

Entretanto, Vieira, que tem culpa, muita, já tem o seu bode expiatório. Portanto, só lhe peço que o utilize depressa.

Rui Costa é um verbo de encher.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Jose disse...

JJ ao intervalo deviam ter tirado o Gaitán ou Jara que não estavam a jogar um caralho e devia ter metido o Matic

Reparei também que não esgotou as substituições, se calhar jogadores como Mora e Bruno César não lhe dão garantias? Se não dão garantias porque foram contratados? E o Bruno César não foi nada barato

São estas merdas à JJ que mais dia menos dia vão conduzi-lo à porta de saída

Rui disse...

O problema de JJ é que o ego enorme impede-o de ver aquilo que é visivel para todos os outros mortais. É por isso que se trata de um caso de simples estupidez.

JJ não tem competência para uma equipa de topo. É preciso muito mais do que o domínio da táctica e mesmo este domínio deixa-me muitas dúvidas. O ano passado levamos banhos de bola em jogos que não vale a pena referir, porque todos dolorasamente se recordarão.


Este ano, vai ser a mesma merda. com aquele meio campo e uma equipa a sério, tinhamos saído a perder ao intervalo. O problema é que com a estupidez de JJ, voltaremos a jogar assim e a ter mais desgostos. Acho que com este cretino no banco, não vamos ganhar a ponta de um corno.

Não sou de Lisboa e já tenho bilheres para o jogo do Twente. Depois do jogo de ontem, fiquei arrependido de ter gasto tanto dinheiro, para ir ver uma equipa que, por causa deste imbecil, se arrisca a não ganhar nada.

Se no jogo do Twente virem um cartaz por baixo dos lugares presidenciais a dizer "Vieira despede este FDP!", serei eu! Não acredito que vamos passar pelo mesmo do ano passado por causa deste gajo. %#$%!#)((=)!

Antichiqueespertice disse...

Grnde vitoria de portugal.Só querem é comprar argentinos...ai está a raça portuguesa a ganhar aos brinca na areia argentinos..

L. disse...

quanto aos comentarois que li, epa, essas teorias da conspiracao ocm a agenda do jesus... deixem-se de tolices. provavelmente tanto o jesus como o rui costa e o vieira preferiam o ansaldi, mas para os mais esquecidos, o rubin kazan recusou 6 milhoes. queriam ir por ali acima? o benfica memo assim chegou já aos 34 milhoes em compras, contra 39 em vendas. essas teorias sao mesmo discutir pentelhos de novelas que alguem inventou com uma intencao.

ao antichiquespertice eu digo: vai plantar batatas. que palermice.

mister D, concordo com as linhas gerais do post. mas dentro desse raciocinio hco que era excessivo fazer entrar em simultaneo matic e witsel, acho é que o witsel estava demasiado desgastado do jogo da sua seleccao na eslovenia 48 horas antes. quem calendarizou sabia bem o que fazia. alias, quem ali em cima nos comments pede cardozo tambem esquece que o cardozo jogou pelo paraguai no cu de judas 48 horas antes e nelson e rodrigo estao ambos no mundial sub20.

miguel vitor para mim e melhor que jardel, e um facto. emerson perdera o lugar par ao capdevilla assim que este entrar no ritmo, ele nao teve grande pre-epoca, andava a cumprir calendario nos treinos do villareal para a saida.

L. disse...

já agora acrescente-se

o benfica jogou muito melhor que o porto teve mais lances de golo que o porto, e o guimaraes teve tantos lances de oglo como o gil vicente.

e depois foi o costume. um penalty da tanga como na primeira jornada do ano passado. de facto, assim ninguem vai acusar o vitor pereira de ser casmurro. e assim, qualquer merda de treinador é campeão. meus amigos, com arbitragens dessas o jesus era campeao em janeiro.

Antichiqueespertice disse...

L

Tens razão, o comentario foi despropositado.

MS disse...

Acho que se tem que aceitar a marcacao do penalty. Quantas vezes ja nao reclamamos lances iguais nao serem assinalados a nosso favor. Guardemos as criticas para quando elas forem mais oportunas.

Nao vi o jogo do fcp, apenas o resumo. Nao sei se jogou ou nao melhor que o Benfica, mas parece-me mais dificil vencer em Guimaraes que em Barcelos, basta ver que foi um dos poucos sitios onde o fcp deixou pontos na epoca passada. No entanto, registo com alguma preocupacao uma tendencia - oBenfica precisava de ganhar para colocar desde inicio pressao nos adversarios, particularmente no fcp com um treinador ainda pouco experimentado, mas nao conseguiu; o sporting precisava de ganhar para varrer as preocupacoes da pre-temporada e pressionar o Benfica que perdera pontos na vespera, mas nao conseguiu; o fcp tinha a deslocacao mais complicada e nao desperdicou a hipotese de colocar a pressao nos adversarios desde a primeira jornada. Nao me custa admitir que o fcp tem uma atitude mais competitiva e profissional que Benfica e sporting, e que para recuperarmos o dominio do futebol portugues teremos que ter essa mesma atitude - nos jogos que temos que ganhar ha que chegar com a carne toda no assador e vencer, ponto final. Somos mais frageis nesse aspecto e urge melhorar.