terça-feira, 30 de agosto de 2011

Nacional x Benfica

Duas horas antes de começar, o Nacional x Benfica tinha tudo para ser o fiasco que foi. Fiasco no sentido em que existe um organismo que tutela as competições de futebol em Portugal e que está refém de uma empresa de publicidade, que por acaso, até detém os direitos de transmissão dos jogos dessa mesma competição.

Como diz o JG1904, o respeito pelos adeptos, o espectáculo como é entendido, sai desrespeitado por gente, que estranhamente é competente, mas que na maioria dos capítulos, cede à intransigência de quem manda.

Quanto ao jogo em si, o Benfica venceu um jogo que tinha tudo para ser difícil. Depois de na segunda interrupção, Cardozo ter marcado mais um golo dedicado à turma do assobio, a equipa estabilizou como não tinha estabilizado até então.
Depois de Soares Dias ter expulso o jogador errado, viu-se o Benfica a tentar fazer uma gestão de bola que tem de ser feita para cansar o adversário. O problema é que os princípios de jogo da equipa privilegiam a velocidade de execução e a velocidade de jogo, o que torna difícil a equipa manter a bola em posse durante muito tempo.
Prova disso, foram os últimos 10 minutos, onde o Nacional partiu para cima e foi criando algum "frisson" à defesa encarnada.
Numa dessas oportunidades, Artur isolou Bruno César, que com uma finta de corpo, abriu caminho até à baliza, para selar a vitória.
Foi uma boa vitória do Benfica, num terreno difícil, contra um adversário incómodo. É uma vitória óptima para injectar moral e confiança e será considerada uma boa vitória se a equipa cumprir o seu destino, que é o de vencer.

Pela positiva, queria destacar Artur. Não só pela segurança que dá à defesa, como pela calma que é muitas vezes necessária transmitir, e ontem foi isso que aconteceu. Quanto ao resto, o colectivo esteve muito bem. Entendeu as condições do campo e com a entreajuda necessária, foi possível levar de vencida o Nacional.

Pela negativa, a organização de jogos onde é necessário haver regras a sério. Não basta ver se o estádio tem cadeiras ou condições para as câmaras de televisão. É necessário também aferir das próprias condições do clima e das horas a que os jogos são transmitidos. Não basta dizer que queremos mais espectadores, se os afastamos com preços proibitivos e horas obscenas. E o Benfica, também ele, se devia preocupar com estes aspectos, porque é ele que dá alimento a esta corja toda...

1 comentário:

neoprodigy disse...

"Depois de Soares Dias ter expulso o jogador errado"

ai o caralho...


mas só eu é que vi a pantufada que esse cabrão espetou no Gaitan (e só levou amarelo) qd viu que já não chegava à bola e que o Gaitan ia-se a isolar???

Curiosamente, em nenhum resumo esse lance aparece...coincidências