quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Destabilizar...

Primeiro foi com as arbitragens, agora começaram a falar no Katso....
Como está claro que não vão existir reforços, tenta-se criar "barulho" através do nosso melhor jogador. Já repararam que todos esperaram que o homem voltasse a ficar em forma e que voltasse a assumir o nosso jogo.... A capa do pasquim é vergonhosa!
O grego vai ficar, a não ser que apareça uma proposta fabulosa e a relação dos jogadores com o treinador é muito boa! OUVIRAM todos? ESCLARECIDOS?

Os resultados têm aparecido, mas ainda faltam as boas exibições...
Não me importo nada de ganhar amanhã e jogar pouco... este final de volta pode ser ainda mais decisivo se, como acredito, os clássicos acabarem empatados.

Quique, o Aimar tem que recuar mais! Na posição onde o tens posto a jogar, o Nuno rende muito mais.

Com atraso, mas muito sentido. Parabéns ao Andebol do Benfica!

Saudações Benfiquistas

P.S. - Com esta 1ª parte, cheira-me que vamos eliminar o fcfreixo no Barreiro!

5 comentários:

Capo Rosso disse...

O problema est´na lesão que o Aimar carrega... não lhe permite correr os quarenta metros que tu queres... Por mim nem jogava e punha o Nuno no seu lugar... O amorim e o katso no meio, o reyes e o suazo nas pontas e o cardozo lá à frente a apanhar bonés.

Vladimir Kaspov (NãoSeiDaNave) disse...

E não é que eliminámos mesmo os porcos do freixo?

Mr. Shankly disse...

Eliminámos mas estava difícil. Esteve mais para o lado deles que para o nosso. Grande jogo, e pena (para o Porto) as asneiras sucessivas do Marçal (que antes quase ganhou o jogo sozinho).
O Aimar tem jogado mais recuado. E fez um bom jogo no Sábado.

Anónimo disse...

Lá passaram, com a mãozinha dos do costume! O início do prolongamento foi o mesmo que ver o Benfica começar um jogo com um penalti a seu favor! Hehehehe Disso vocês não falam... outra vez!

Mr. Shankly disse...

"Lá passaram, com a mãozinha dos do costume!"

É verdade, mas cada um dos do costume tinha não uma mas duas mãozinhas: o Sérgio Ramos, o Doliboa, o Minhava, etc.