sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

A verdade, o azeite, os debochados e afins

Ontem um amigo, ligado ao mundo do futebol, chamou-me a atenção para uma questão, que passei a considerar fulcral para percebermos a essência das coisas (aquele livro, O Deus das Pequenas Coisas...): o Sporting, através de dirigentes e adeptos, latiu mais sobre uma mera arbitragem num jogo de futebol, do que durante todo o processo "apito dourado"!
Sei que o azeite vem sempre ao de cima e a verdade costuma acompanhá-la, embora nem sempre..., mas o deboche e as orgias de poder costumam ocorrer nas noites brancas!
PS - Mister D, nota bem, a verdadeira história do Leo passou a ser irrelevante.

2 comentários:

piazzanuova disse...

A cegueira contra o Benfica não faz ver aos sportinguistas que estas duas arbitragens só serviram para esvaziar qualquer capacidade de protesto futura.

ironicamente só um clube sai beneficiado no meio disto tudo,realisticamente entraremos na fase decisiva do campeonato em que as arbitragens compensatórias apenas serão proveitosas para o porto.

Têm boa calendarização, os cabrões!

Miguel disse...

A taça da cerveja serve apenas para, ano após ano, beneficiarem o Benfica e poderem dizer que o clube é levado ao colo. Era mandá-los pró caralho e meterem aquela competição de merda no cú!!