quarta-feira, 15 de julho de 2009

Saudação aos sócios

Um dos nossos leitores mais interventivos tem uma luta que se recusa a abandonar: o modo como os sócios são saudados na Luz. E tem razão! Já que se está no caminho da retoma, lembrem-se que a Glória é feita de pequenos rituais, sim, porque o pormenor, por menor que seja, é sempre uma coisa muito grande!

Portanto, com os devidos agradecimentos ao LC, aqui vai a saudação que tanto aproximou a equipa dos adeptos:



P.S- Interessa para o post o intervalo que medeia entre o minuto 1 e o 01.47, o resto é a troca de olhares desgostosos entre mim e o meu avô que nunca esquecerei.

5 comentários:

O Benfica Sou Eu disse...

Obviamente que estes detalhes são importantes e que instituir novamente a saudação da equipa nestes modos - de um lado e de outro do campo - só pode aproximar os adeptos da equipa e vice-versa.

As boas ideias e fáceis de executar, são sempre bem vindas. E esta, sem custos adicionais bem vinda e desejável.

Em termos práticos, é só fazer chegar este link ao Rui Costa e tentar que se implemente esta saudação já a partir do jogo contra Atlético de Madrid na próxima terça-feira dia 21 de Julho.

Se um tinha superstição com as redes pretas porque é que agora com Jesus não se tem a superstição da saudação "antiga", versão 2009?

Força Benfica

Mister D disse...

Será que a ssitemática perda de valores de certas coisas que o plantel do Benfica fazia foram acabando à medida em que iam entrando e saindo jogadores aos magotes e nem sequer se apercebiam da responsabilidade que tinham para com o clube?
E sendo assim, quem mandava no clube, completamente alheio ao que é o Benfica, também se "esquecia" destes pequenos pormenores que fazem a História??

piazzanuova disse...

Para responder à tua insidiosa afirmação, informo-te que esta saudação terminou em 1988. A menos que te queiras atirar às Presidências de João Santos e Jorge de Brito, colocando em causa o Benfiquismo deles, sugiro-te que abandones o tema.

LC disse...

piazza, 89 meu amigo, 89... fui eu ver esse jogo contra o Braga, ganhámos 1-0 com um golo de bicicleta do angolano Abel Campos (pai do Djalma do Maritimo), fomos campeões com imensos golos da vitória a serem marcados nos últimos 5 minutos dos jogos.

Foi a última vez que vi essa saudação ser feita pelo Diamantino... e já foi na era do João Santos.

J G disse...

A última vez não sei precisar.
Mas que era de bom tom recuperar este ritual , lá isso era.

Proponho difundir este vídeo pela blogosfera encarnada para que os mais novos sintam o arrepio de ver o "onze" sagrado fazer a vénia aos adeptos.