terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Finalmente...



Pois é! Finalmente o meu cappo informático consegue-me pôr a escrever.




Que isto seja uma apresentação e não mais que isso. Era o que faltava! Quem sou eu para pedir mais da vossa atenção.




Bom é poder partilhar! Com a família que os cappos possíveis de reunir elaboraram numa jornada de convívio benfiquista. E, como não podia deixar de ser, não muito diferente do que o que se faz à frente de uma qualquer rulote (acordo ortográfico?): come-se, bebe-se, discute-se e tudo isto só porque se ama o Benfica.




Verdadeiramente, só quero deixar a mensagem da beleza da diversidade como fazendo parte da nossa grandeza.
Ainda há pouco tempo, de uma criança de quatro ou cinco anos que falava para o pai, aprendi mais sobre ser benfiquista: "Ninguém pára o Benfica, pois não pai? Nós é que às vezes paramos um bocadinho.". Toma!




O BENFICA somo nós! Todos! Posto isto...


P.S.: Quero a taça das orelhas grandes, como disse o filho de um amigo meu - e atleta do clube - para poder morrer descansado...


Agora, aturem-me!




6 comentários:

Cosimo Damiano disse...

"Ninguém pára o Benfica, pois não pai? Nós é que às vezes paramos um bocadinho."

Devia-se fazer uma inscrição dessa frase em pedra na Luz.

Verdade suprema!!!

Nessuno Dorma disse...

Cá está ele! Em grande!

Saudações Gloriosas!

PS: sábado, acompanhas (tut e todos) o meu sobrinho no seu primeiro jogo do Glorioso!

piazzanuova disse...

Benvenuto! Agora é que vão ser elas...

inespugnabile disse...

Bem vindo. Embora saiba que és mais um dos que não faz aqui falta, cumprimento-te.

Daqui para a frente considera-te num combate de boxe.

Ginha disse...

"Bem vindo. Embora saiba que és mais um dos que não faz aqui falta, cumprimento-te.

Daqui para a frente considera-te num combate de boxe."

Ehehehehe...Primeiro dás lhe um granda soco e depois é que o convidas pró boxe...

DeVante disse...

Olha páh, bem vindo...
Espero que fales de futebol e que este teu início seja auspicioso.