segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Onde está o dinheiro?

O meu amigo Pedro F. Ferreira decidiu glosar sobre o Elias e o Grande Elias, restaurante que tem vindo a eclipsar-se, sito na Elias Garcia.


E não podia ter feito melhor, considerando que o Elias, para o Benfica, está como o Grande Elias para a gastronomia: foi chão que deu uvas!


É que, de facto, quem quiser ver o Elias a jogar à bola, em vez de ir ao Grande, terá de ir ao Tio Elias, em San Hernando de Henares, ali bem perto de Madrid.


Dito isto, vamos ao que interessa, caro amigo: o problema não está no Elias não ter vindo para o Benfica; está, isso sim, em ter ido para o Atlético de Madrid, clube a quem entregámos, nos últimos tempos, dinheiro que dava para comprar dois Elias, sem comprarmos meio...




Não vou escrever sobre isso, mas quero que as pessoas que aqui passam saibam: esta passagem de Vieira por São Paulo, com ida do Elias para Madrid é o fim da confiança. E mais não digo!


Pedro, também tenho alguma coisa para dizer sobre essa dos 3 pontos: são 9. Nas minhas contas são 9 e ainda há que contar com os pontos que o Porto tem a mais. O resto é brincadeirinha do Jorge Jesus!

E como tenho o Pedro em grande consideração, deixo-lhe aqui uma música que o meu querido Pai muito gostava de ouvir e que acompanhou a minha infãncia, sendo certo que o nosso gravita em Madrid...




NB - Compreendo que acreditem na bondade de Vieira. Mas quanto mais eu quero crer, mais se enterra na minha consideração. Esta, então, é demais!

PS - meus caros, pode ser que se entenda isso deste texto, mas não acredito que Vieira ande a meter dinheiro ao bolso. Andou, isso sim e de forma legítima, considerando que foi público e através de contratos, a meter dinheiro no bolso do Atlético, em jogadores que não valem metade daquilo que foi pago. O que não afectando a sua seriedade, afecta a sua competência. E aí, enquanto Presidente, afecta minha confiança.

Se algum dia desconfiar, investigo. Se descobrir alguma coisa, informo quem tem competência. Portanto, aqui só se fala de competência!

14 comentários:

L. disse...

calma aí, eu nao disse que vieira era alguem com "bondade"...

mas se fossemos por ai... todos os nossos grandes presidentes dos anos 60 ganhavam e muito por serem presidentes do slb, fosse nos negocios em africa ou nos da construcao pura e dura.

so que nesse tempo nao havia "sistema frutado azul e branco". e o penalty de hoje, meu deus.

Pedro F. Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro F. Ferreira disse...

Zé, meu amigo, estive recentemente no Grande Elias e, tal como ficou combinado nos "bastidores" deste post, temos de lá ir os dois.

Certamente que nesse almoço tu me dirás onde está o dinheiro. Sei que, pela tua educação e formação, não estás, nem de forma encapuzada, a lançar uma suspeita infundada e a atirar com lama para o nome de alguém.
Certamente que a lama que estás a atirar é, certamente, fundada.

Eu, e peço-te que acredites em mim, não tenho dados que me permitam atirar essa lama para sujar esse nome dessa forma. E quando falo de dados, falo de algo bem mais forte do que insinuações, bocas e boatos que surgem na blogosfera.

Espero, então, pelo tal almoço prometido e devido de ambas as partes.

Aquele abraço benfiquista.

Gandaia disse...

Mas o Elias é o Zidane??

inespugnabile disse...

Pedro, o dinheiro, digo-te eu, está em Madrid! Fomos nós que mandámos para lá...

Só esta época são 10,4 milhões!

Pedro F. Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro F. Ferreira disse...

Zé, vi agora o teu post scriptum.

Resta-me fazer também um ao meu comentário anterior.

Este sim, é o Zé que eu me habituei a admirar.

Meu caro, digo aqui o que já te disse pessoalmente.
Para mim, a competência (ou falta dela) é comentada onde e quando quisermos, mas será julgada nas urnas, com os votos.

As atitudes deliberadamente dolosas ou, num patamar mais grave e objectivo, nos terrenos do peculato obrigam-me a um tipo de acção, denúncia e luta completamente diferentes.
Esta segunda hipótese quando é aventada ou sugerida deve sê-lo sem nenhum tipo de leviandade.

Lido o PS do teu post, vejo que o tom da tua prosa vai no sentido da opinião sobre a competência ou falta dela e não pela segunda hipótese.

Sendo assim, retiro o que disse sobre a questão da lama, mas mantenho tudo sobre o almoço.

inespugnabile disse...

Só isso é que se admite!

Acredita que se alguma vez souber de alguma coisa, denuncio!

Nem a minha actividade profissional me permitiria outra coisa...

Agora de competência, cá estou eu...

GM disse...

Sinceramente, eu gosto muito de discutir o Benfica. Prefiro fazê-lo em espaços apropriados, de preferência muito encarnados. Para além de saudável é altamente conveniente.

Eu entendo que para se discutir o Benfica é necessário conhecer-se minimamente quem O dirige.

Sem querer apontar o dedo ao autor do post (não é disso que se trata, limito-me a aproveitar a sua deixa) devo dizer que já se tornou muito claro para mim, quem é que (dentro da Blogosfera) conhece o Presidente do Sport Lisboa e Benfica e quem é que está convencido que o conhece.
É divertido, confesso.

inespugnabile disse...

Pois eu acho que tirando a família, ninguém o conhece!

inespugnabile disse...

Ó Passaralho, aqui não admito comentários que insultem amigos que escrevem noutros blogs. Insulta-me a mim.

inespugnabile disse...

Desculpa Passaralho, mas apaguei-te o comentário. Se me insultares a mim, estás à vontade. Amigos não.

Passaralho disse...

Tá-se.

Embora ache que não tinha lá insulto nenhum, mas compreendo.

Na paz.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

inespugnabile disse...

É uma questão de respeito pelas amizades...

Pá, os homens levam trancada a toda a hora do dia e da noite. Não é aqui que vão levar.

Aqui levamos nós... e de quando em quando merecemos...