sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O adeus de Simão à selecção

Fica a ideia que simão é um mal amado. Na Luz, apesar de ser o jogador mais importante dos últimos 20 anos, não se esforçaram por contratá-lo, apesar dos milhões esbanjados em Madrid. Na seleccção, por ser um símbolo do Benfica, nunca lhe deram a importância que o seu valor merecia.
Espero que hoje ganhe mais um troféu e que segunda-feira seja apresentado na casa de onde nunca devia ter saído (sei que não!).
Entretanto parece que há uma hipótese de empandeirar Roberto, contratando-se um guarda-redes de top... O meu ateísmo será colocado em causa?

5 comentários:

VHugo disse...

Bem que podia voltar o Simão e mandar o Roberto para lá bem longe...

www.forcamagicoslb.blogspot.com

último! disse...

Na minha opinião seria um erro como são habitualmente os regressos até porque o mimado não é fácil de gerir, provavelmente queria ser capitão e não é jogador para aceitar o banco... perigoso para o balneário (lembram-se do episódio da barçadeira?)

Simão foi importante e muito mas sempre baseou o seu futebol na velocidade aos 30 é normal que já não consiga fazê-lo e esteja a perder espaço, agora espero que não venha.

Basta verem a renuncia à selecção, por causa da barçadeira, vejam quem era o capitão antes do Ronaldo

CsA disse...

oh ultimo! não deves ter visto o jogo dele ontem contra o Inter...

Apesar de não ter a velocidade de outros tempos, o trunfo do Simãozinho é sem duvida a intelegencia a jogar.

JNF disse...

Simão teve coluna vertebral e não quis participar neste filme de baixa qualidade que é a actual selecção, simples. Fez ele muito bem.

N. disse...

Concordo completamente com o JNF.
E relembro que o contrato dele termina no final desta época, pelo que em Janeiro pode assinar a custo zero por outro clube.

Veremos se ele não será reforço para a próxima época.