quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

belicismo

Vitor Pereira é um traste. Já o era enquanto árbitro e, enquanto dirigente, tem-no revelado à saciedade.

O Sport Lisboa e Benfica, então, tem sido uma das suas vítimas: sempre que pode, Pereira tenta encostar-nos às cordas.

Sucede que, sem eu me aperceber porquê, o Benfica sempre o defendeu. Se como o árbitro nunca o atacou, apesar de ser um dos tentáculos do polvo, enquanto dirigente tem-no apoiado, chegando, mesmo, a votar nele para Presidente do Conselho de Arbitragem.

A coisa é tão ou mais séria que há 15 dias fomos ameaçados directamente pelo meliante e não reagimos como nos competia: pela voz autorizada do nosso Presidente!

É, assim, com muita calma que observarei a actuação de Paulo Baptista na noite de hoje, esperando pela grande penalidade da prache e pelo golo de Hulk sem pressão...

3 comentários:

Astutillo Malgioglio disse...

No activo sempre tive a mesma opinião: o melhor da sua geração se descontássemos os fretes aos andrades. Como dirigente é simples: é fraco e continua a fazer os mesmos fretes.

Cuore Rosso disse...

É um facto! A receita não é nova mas está a ser utilizada. Pénalti que não é e marca o Hulk! Onde é que já vi isto?

Eu digo: simulação de Kostadinov, pénalti do Demol, central belga que foi o melhor marcador dos tripeiros nesse ano.

Ginha disse...

Gil Vicente-FC Porto, Artur Soares Dias (Porto)
Beira-Mar -- Nacional, Vasco Santos (Porto)

Jogos e árbitros para a Taça da Liga! É só rir esta merda! Numa jornada em que os Corruptos têm que ganhar por muitos e o Nacional perder...