quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Novo ano

A entrevista de Vitor Pereira ao Trio de Ataque foi, mais uma vez e como sempre, um exercício de vaidade inqualificável.

Sempre considerei Vitor Pereira um árbitro FIFA, dentro de tudo o que isso tem de mau. E agora vejo que Vitor Pereira, enquanto dirigente, mantém todos os defeitos que tinha enquanto árbitro, juntando-lhe mais dois ou três vícios de quem convive, diariamente, com a podridão da Liga.

2 comentários:

David disse...

Isso tudo e a "fuga" à questão do APV em que lhe pedia que explicasse o porquê de comentar as declarações do JJ sobre as arbitragens e não o fazer quando outros treinadores comentam.

Enfim, um merdas.

Carlos Alberto disse...

E o mais grave é que o Vitor Pereira era o mais honesto deles... sendo o filho da puta que é... por isso é que o futebol português está como está.