sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Diferença de Tratamento ou o reino da Bimbolândia!

Villas Boas vive a pensar no Benfica. Como bom tripeiro da geração de SS, que não sabe, portanto, que há outras possibilidades de poder, além do jogo sujo do seu presidente, Villas Boas crê na infabilidade papal e vive a pensar na guerra contra o Glorioso.


Isso é tão sintomático que qualquer coisa que diga, mal lhe ponham o microfone à frente, tem o nosso clube como referência...
Sucede, porém, que o braço n.º 1 do regime, a comunicação social, está na linha da frente, como sempre, para defender o sistema: daí o silêncio sobre esta situação!


O que, em meu entender, é bom... na verdade, quanto mais pensarem em nós, quanto mais aquelas criaturas tentarem fazer humor com a nossa existência, quanto mais dependerem de nós, melhor nós estamos... muito mais quando têm um treinador a fazer o papel de palhaço!
Chamem-lhe boa política de comunicação, se quiserem.

Em minha casa ensinaram-me que entre os Carvalhos e a saída para a Auto-Estrada do Minho estávamos na Bimbolândia
. Já assim era na década de 50 do século XX, na terra dos andrades. Assim continuará a ser na segunda década do século XXI...

16 comentários:

MS disse...

Apenas mostra a ignorancia que reinava na sua casa, bem como o tom auto-reverencial da expressao Bimbolandia.

Deixe os preconceitos e use a sua inteligencia.

Cumprimentos de um benfiquista portuense.

João de Araújo Correia disse...

Olha uma coisa, e se eu agora te dissesse que Lisboa é a cidade dos pedófilos paneleiros e afins? Também gostavas?
Há uma coisa que vocês se têm que habituar, é que Portugal vai muito para além da capital. Mesmo com os fundos do CREN a irem todos para aí...
Ser Bimbo é considerar que tudo o que é fora da capital é atrasado isso sim, é ser Bimbo (ou, como cá dizemos no Norte, um parolo). Se quisermos entrar pelos argumentos falaciosos até podia invocar que a Faculdade com maior média de entrada se encontra no Porto e etc... Mas pronto, nem vale a pena.
Só queria mesmo mostrar o meu desagrado pelo último parágrafo; apesar de desconfiar que me irão acusar, prontamente, de me sentir inferiorizado por não ser nativo da capital e blá blá blá...
Mas é um risco que corro conscientemente.

VHugo disse...

No porto ha grandes benfiqusitas!
Certamente que ele se refere à bimbolândia como aquele bocado da VCI ao lado da estação do metro!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2011/01/acabou-especulacao.html

inespugnabile disse...

Não devem ter lido bem o que eu escrevi: aquilo é mesmo a bimbolândia. Pode haver excepções. Mas o sumo está lá todo.

O que até pode nem ser mau: por exemplo, aquele emproado do Villas Boas até parece que tem ascendência aristocrática, mas é um Bimbo. Tal como parte daquela rapaziada que conheço e que prefiro nem referir.

Se os senhores são bimbos ou não, não sei. Assim como não sei quem os senhores são. Agora que aquilo é a bimbolânida, é!

Nessuno Dorma disse...

Na tua casa e na dos meus Avós, que se encontra a 10km do Porto.

No mais, nada tenho contra a troca do "V" pelo "B". Agora, trocar o "Q"(ren) pelo "C"(ren), isso nem o acordo ortográfico.

João de Araújo Correia disse...

lol, não é um erro ortográfico. Mas confesso que me enganei na sigla...

E isso do "B" pelo "V", é como eu dizer q todos os lisboetas dizem "muita" em vez de "muito" e etc... Façam os preconceitos que quiserem... Nós, aqui, também podemos dizer que o Vasco da Gama é só frequentado por parolos da margem sul...
Enveredemos então pelos argumentos "ad populum" que, certamente, será sinal de avanço civilizacional...

antoniomaia disse...

realmente há gente sem nenhuma categoria, mesmo que sejam benfiquistas :)
então há uma cidade no país que não presta, como é? bimbolândia?
valha-nos nossa senhora, tende piedade dessa gentalha que tem um teclado a frente mas não sabe o que escreve ahahahahahahah como benfiquista alentejano, portanto da bimbolândia alentejana, peço desculpa a todos os portuenses por haverem provincianos que não prestam para nada, mesmo que se digam benfiquistas. o Benfica também do Porto!
Viva Portugal inteiro!
abaixo os parvinhos que não sabem o que escrevem.
Viva o Benfica!
e pluribus unum

M disse...

muito parvinho isso da bimbolândia....

para que nao haja duvidas, alfacinha de gema, benfiquista até ao tutano, ja morei no Porto e tenho lá familia que visito de 15 em 15 dias.

tu vais lá pouco....

Nessuno Dorma disse...

Inespugnabile: isto está cheio de bimbos, pá!

Ó João, trocar o "V" pelo "B" não é o mesmo que dizer "muita" em vez de "muito". A diferença é que "muita" é calão, mais ou menos como dizer "portantos". Como já dizia o outro: no norte há quem diga "baca" e quem diga "baca"...

inespugnabile disse...

é verdade que nem toda a gente tem de saber a história de um país, muito menos a história de um povo. Mas a verdade é que os tripeiros começaram a ser conhecidos por bimbos há mais de 200 anos...

E é lamentável que um blog como o nosso, com alto padrão cultural e civilizacional, seja frequentado por gente que revela tamanho desconhecimento da nossa identidade cultural.

é evidente que se o resto do país lhes meteu o crivo de bimbos, lá sabe porque o fez. Agora aparecer um alentejano a reivindicar, para si, o mesmo epíteto, é de fazer chorar as pedras da claçada...

Quanto à categoria que um dos paineleiros que aqui anda refere, basta-me pedir-lhe para s elançar à obra de criar um blog como o nosso, que é lido por mais de 1000 pessoas por dia... só isso.

Se vou pouco à bimbolândia? Vou lá o suficiente para saber o que escrevo... EHEEHH

DeVante disse...

O complexo de inferioridade é o pior dos defeitos que alguém pode ter...

Mas também não acho certo julgar as pessoas pelo seu lugar de proveniência...isso não seria determinismo geográfico de Vidal de la Blache?

MS disse...

Caro inespugnabile,

Avance para outra. Cada palavra que escreve sobre este topico apenas o deixa ficar mal num blog que atrai pessoas que querem discutir o Benfica e nao os preconceitos que lhe incutiram na sua casa.

Cumps

inespugnabile disse...

Para acabar a conversa, deixo uma constatação: se Deus os quis para bimbos, alguma coisa neles viu!

Quanto aos conselhos sobre o que se passa aqui no blog, deixo uma nota: em minha casa mando eu. na nossa casa mandamos nós. em minha casa ensinam-me preconceitos contra filhos da puta, não contra bimbos. apesar de os meus pais, penso agora que por serem apreciadores de uma certa boa disposição de praia, terem passado a vida a marcar férias de verão para a segunda quinzena de Agosto, no algarve, na praia dos Bimbos, onde pude ver as lindas figuras que os bimbos (bom, se algum de vós algum dia disse bimbo da costa, que lave a boca com lixivia...) fazem. Nomedamente um tal de Lourenço Pinto, que um dia, juntamente com um grande amigo, até me fez atirar para o chão de tanto rir... eheheh

Quanto à bimbolândia, que é a terra dos bimbos, mais nada tenho a dizer...

inespugnabile disse...

Afinal tenho: não é a bimbilândia que faz os bimbos, são so bimbos é que fazem a bimbolândia...

MS disse...

Nem mais, totalmente de acordo com a ultima frase - onde quer que eles estejam, onde quer que eles nascam ou onde quer que eles sejam criados.

JoZe disse...

http://exiladonomundo.blogspot.com/2010/12/logica-do-dragao.html