sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Nuno Gomes vs. J. Jesus

Quem acompanha o Ndrangheta sabe bem que nesta época JJ tem estado sob ponto de mira deste vosso escriba. Pela petulância, pela arrogância com que abordou a pré-época, pela impotência revelada no freixo, pelas afrontas a diversos jogadores importantes do plantel.

Deste modo é-me difícil ter uma opinião formada acerca do feudo que separa o Capitão de Equipa do Treinador. Vejo duas abordagens possíveis: A primeira na óptica do Alto Rendimento, a segunda na óptica do respeito. Serão conciliáveis?

Na óptica do Alto Rendimento, Nuno já não tem as capacidades de outrora, mas é por isso que nem 1 minuto joga desde que marcou à Naval?
Não está ao nível nem de Saviola, nem de Cardozo. Penso ser um argumento pacífico. Mas não terão havido jogos em que a ENORME experiência que tem poderia pelo menos ser útil?
A política de longo prazo de valorização de Kardec e Jara é assim tão incompatível com a titularidade do Nuno, por exemplo, na Taça da Liga? Há aqui qualquer coisa que não sabemos.
O que sabemos acerca da postura PÚBLICA do Capitão é apenas a de ser imaculada.

O que nos conduz à segunda óptica de análise, a do Respeito. Não deverá JJ ceder ao seu enorme Ego e dar minutos ao Capitão?
Que quer conseguir JJ com este mal disfarçado antagonismo? Proteger a imagem de Nuno Gomes, ou a sua, não admitindo que desaproveita um enorme capital de experiência?

Nuno Gomes está numa galeria de notáveis polémicos. Jogadores mal-amados na sua contemporaniedade, mas que se veio a constatar estarem 10 anos à frente do jogo. É ilustre a companhia de Nuno: Néné, Toni, Isaías, são o exemplo acabado de jogadores que exasperavam o Terceiro Anel, e finda a respectiva carreira viram o seu nome ser suspirado com indisfarçada nostalgia.

Não há inocentes nesta situação, mas há que encontrar um ponto de equilíbrio, sob pena de se criarem demonizações artificiais.

Por mim, Nuno tinha jogado muito mais do que lhe tem sido permitido fazer. Mas...não sabemos a história toda. O tempo joga a favor do Capitão, saiba ele não ceder à tentação de "rasgar" o Treinador mal saia do Benfica.

Para mim, Nuno Gomes é sinónimo de Classe e Elevação. Jogando ou não.

17 comentários:

bailarino disse...

Imaculada? E as declarações no inicio da época completamente no timming errado a dizer que se ia embora no final da época? Grande líder de facto. A equipa perde 3 jogos e ele vem falar do contrato dele. Brilhante.

Acho que o JJ cometeu bastantes erros desde que está no Benfica (já a epoca passada, mas as vitórias perdoam tudo; veja-se o que se passa este ano mais a norte) mas encostar o Nuno Gomes não é um desses erros.
Se o Nuno Gomes com 20 e tal anos não era a solução para o ataque do Benfica é aos 34 que vai ser? Tenham juízo.

Abraços

PS - isto não invalida que ele pudesse ter mais minutos do que os que tem. Mas irrita-me um pouco esta mania com os meninos queridos: é o nuno gomes, é o moreira, era o mantorras... E depois admiram-se que ganhamos só de vez em quando.

Nessuno Dorma disse...

O facto do Capitão estar no top 10 dos melhores marcadores de sempre do Glorioso, meu caro bailarino, é a demonstração cabal da sua inaptidão para preencher um lugar no ataque. Tomem juízo!

Mr. Shankly disse...

"Se o Nuno Gomes com 20 e tal anos não era a solução para o ataque do Benfica é aos 34 que vai ser?"
Não era? Em 3 épocas fez 60 golos, mas não era solução?

DeVante disse...

Bom baile, Bailarino!

O Cardozo em menos que meia dúzia de anos já é o melhor ariete estrangeiro da Luz...

Imaculada a sua postura? E os recados veiculados na corja avençadad, ameaçando sair dia sim, dia sim? Houve desmentidos dele? Nah! Houve até quem sugerisse que deveriam ser os dirigentes a desmentir a suposta insatisfação do capitão!

Não deixa de ser curioso o facto do autor do post ter admitido não ser conhecedor de todos os meandros deste "problema" mas não hesita em atribuiar as responsabilidades ao Jorge Jesus!

piazzanuova disse...

Lamento, De Vante. Apenas levanto questões, e fiz-como está bem explícito- questão de frisar que apenas falo no que é de domínio público.

Mas penso que uma das questões é pertinente. JJ preserva o jogador ou não?

Obviamente que a responsablidade é de JJ. QUE EU SAIBA É ELE QUE ESCOLHE QUEM JOGA, NÃO? Isto é válido para um lado ou para o outro. Apenas defendo uma solução de equilíbrio. Sei que o post é longo, mas há que lê-lo até ao fim.

John Billy #32 disse...

"Obviamente que a responsablidade é de JJ. QUE EU SAIBA É ELE QUE ESCOLHE QUEM JOGA, NÃO?"

Então onde está o problema? Não tem valor, não joga. Ou vocês sabem mais disso que o Jesus?

piazzanuova disse...

Mas é exactamente esse o ponto, John Billy. Há coisas que não se percebem, pura e simplesmente não se sabem. Será que o jogador não treina? Se assim é JJ está a preservar-lhe a imagem perante os sócios. Se treina bem e está apto há algo inquinado entre os dois. E é esta indefinição que está a tornar algo numa coisa que não tem razão de ser.

DeVante disse...

"Se treina bem e está apto"...

O Balboa também treina bem e penso que não anda lesionado...mas não oiço ninguém exigir "mais minutos" a Balboa!

Eu vejo nisso tudo uma coisa:

O Benfica joga sempre nos limites, quase não tem margem de manobra para fazer experiências de experiências!

Da pouca margem que temos (Taça da Liga), Jorge Jesus opta por experimentar aqueles que ainda podem valorizar e, quanto a mim, faz muito bem!

bailarino disse...

Não confundir o Nuno Gomes antes de ir para a Fiorentina com o que voltou.
Se é um dos 10 melhores marcadores do Glorioso é porque já jogou mais de 10 anos pelo Benfica. Não lhe tiro o mérito dos golos marcados, mas não o vejo como um goleador de excepção, porque não é. Grandes goleadores são o Cardozo, o Jardel, o Liedson, o Falcao, etc. O Nuno Gomes é um bom avançado que em anos bons até marcou muitos golos. Mas tem 10 anos de Benfica! Não tem meia duzia! Não marca 30 golos por época! Eu sei que temos sempre a tendencia de olhar para trás com saudade e damos mais valor ao que passou, mas eu não me esqueço de um Benfica-Espanhol com o Fernando Santos onde nos bastava ganhar 1-0 na Luz para ir para as meias finais da Uefa e o nosso goleador abriu o livro (uma delas a 2 metros da baliza só com o gk pela frente e consegue acertar-lhe na luva). Sim, os outros também falham, mas há uns que falham mais do que outros. Porquê? Não sei, mas falham.
Não quero com isto tirar valor ao Nuno Gomes nem denegrir toda a dedicação que teve (e tem?) pelo Benfica, mas não tentem fazer dele (ou de outros, já agora) aquilo que não são nem nunca foram.

Abraços

PS - e sim, reforço que também acho que o Nuno Gomes merecia mais minutos esta época.

Filipe disse...

O rendimento de um avançado depende muito dos colegas e modelo de jogo. O Nuno teve por exemplo um rendimento superior ao Miccoli nos dois anos em que ele cá esteve. O Nuno teve vários azares: o Simão e depois o Cardozo serem os marcadores de penaltis (estamos a falar de 6/7 golos por época) e falta de qualidade nos jogadores que executavam os centros para a área. Não é à toa que no ano em que o Nelson fazia centros teleguiados o Nuno tenha voltado aos seus números normais.

Nos ultimos 3 anos o Nuno tem jogado pouco mas leva para aí um golo a cada 60 minutos. Parece-me preferível dar mais minutos ao Jara, pelo que não me incomodaria muito ver o Nuno de fora. Agora ver o Kardec a arrastar-se em campo e o Nuno no banco incomoda-me.

DeVante disse...

Bailarino,

E aquele jogo em Milão contra o Inter?
Fodas!

piazzanuova disse...

DeVante, e os dois golos no freixo?

foda-se...

bailarino disse...

Mal da vida, se em tantos anos de Benfica não tivesse feito grandes jogos e grandes golos (que os fez).
É disso que se está a falar?

piazzanuova disse...

Não. Trata-se do enfoque da análise. O DeVante não morre de amores pelo Nuno Gomes. Está no seu direito.

Naturalmente pq tem uma opinião desfavorável acerca do capitão, tendencialmente apontar-lhe-á os defeitos em detrimento das virtudes.

Eu gosto do Nuno Gomes, logo, tendencialmente aponto-lhe os pontos altos.

Sem dramas nem insultos, apenas opiniões. Mas falando nelas, bailarino, pouco importa os anos que jogou, sabes bem como eu que há quem construa carreiras num jogo apenas( César Brito, por exemplo).

É futebol. Abraços.

Ricardo disse...

Gosto deste post.
Também vejo as coisas um bocado como o piazza escreveu, gostava de ver um maior equilibrio e bom senso.

É-me obvio que o Nuno Gomes nao pode ter muitos minutos, mas também não pode ter tão poucos.

A minha opinião desde o ano passado era esta: Num clube com alguma falta de referências, o NG parece-me essencial no balneário, mesmo que não jogue.
Agora, no inicio desta época as coisas mudaram um pouco. Acho que o Nuno Gomes como capitão teve uma postura pouco digna quando o JJ esteve aflito. E não percebo porque, quando as pazes pareciam feitas, marcou o golo e ainda foi pior.
Que o JJ mete a cruz nos jogadores, já sabemos, mas neste caso é um jogador muito importante como simbolo do clube. Não é um eder luiz qualquer..

O que falta?Uma conversa de homens?
Será que resolve?A mim parece-me um ponto sem retorno, por isto:

Se o JJ meteu a cruz, é muito devido ao facto de não precisar tanto dele como o ano passado. É que entretanto cresceu o fabio, cresceu o david, e imposeram-se tambem o Javi, Saviola e Aimar. O luisão já era uma referencia.
O Nuno Gomes já não é a referencia que era necessária à ano e meio. Ou seja, se o capital desportivo parecia esgotado, o capital de preponderancia dentro do balneário, parece-me muito reduzido.

Em conclusão, acho que o Nuno Gomes mediu mal a situação, e agora é irreversivel. Para o JJ, só se for obrigado!

DeVante disse...

Mas o que é o mais importante:

Os minutos do Nuno Gomes ou as vitórias do Benfica? Foda-se!

Já agora, se o Jesus ganhar todos os jogos até o final do campeonato e ganharmos a Liga, com o Cardozo no banco, vou ficar chateado porque ele prescindiu do "maior goleador" do plantel?!

Ele há cada uma!

Já não há assunto mesmo para polémica?
se calhar se estivéssemos como os lagartos...

Pedro disse...

Se este post tivesse sido escrito há 1 ano batia palmas.

Acho que o Nuno tem valor e qualidade para jogar mais, mas não considero que o facto de não jogar se deva a uma embirração do JJ.

Se o Nuno acaba contrato no fim da época não acham que faz sentido que o treinador não aposte muito nele?

Cumps