domingo, 10 de maio de 2009

Basta!

Dois golos sofridos daquela forma em 90 minutos, mais não sei quantos sofridos nas mesmas condições em jogos anteriores, só podem significar uma de duas coisas: que Quique não treina as bolas paradas, ou que os jogadores não lhe dão a devida atenção. Dê por onde der, apenas significa que o espanhol está a mais. Não há razão que resista a isto.

Eu até sou sensível aos objectivos invisíveis. É verdade que se inverteu o ciclo de fragilidade física da equipa, é verdade que as capacidades teóricas do treinador, no papel, assentam que nem uma luva no desenvolvimento que Rui Costa, bom aluno da metodologia italiana, pretende para o Benfica, é verdade que há uma atenção aos jovens que há muitpo não se via, mas já não aguento mais. E basta de treinadores com equipas técnicas previamente definidas. O que Quique ganha é mais que suficiente para aumentar Pako e convencê-lo a não fazer um voto de solidariedade. É mais que suficiente para contratar um bom treinador de guarda-redes (não reconheço este Quim). E chega para contratar um treinador capaz de fazer melhor, conhecendo a casa e o nosso futebol. Quem? Quem quiserem, foda-se! Diamantino fará pior? Paulo Bento é mau? Venha ele, que apesar de tudo já demonstrou alguma coisa de futebol, parece ter boa capacidade motivadora e, por mais que (visto de fora) nos pareça irritante e chorão, sabe defender os seus da forma como não vemos os nossos dirigentes a defender o nosso clube. E aumentem o Cardozo, foda-se!

4 comentários:

... disse...

ja percebi que es daqueles que nos ultimos 15 anos nao aprendeu nada. quique nao é bom?

dao-me vontade de rir.

qualquer treinador que vier precisa de pelo menos dois defesos para construir um plantel equilibrado.

e ja agora: que o benfica deixe de ser roubado, porque nem o mourinho seria campeao aqui. ontem mais um golo offside.

todas as desculpas por mais mesquinhas que sejam servem para dizer mal do quique.

Quetzal Guzman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Astutillo Malgioglio disse...

Acredita que se não ligasse nenhuma aos últimos 15 anos, há muito que teria pedido a demissão de Quique. Há meses que andamos (porque somos muitos nesta condição) a tentar sobrepôr a razão à emoção, mas é difícil, muito difícil mesmo, resistir à emoção quando dificilmente se encontra algo de positivo para argumentar. Pior ainda quando se percebe que a equipa chegou a Novembro e nem sequer estagnou! (isto para não sermos demasiado ambiciosos e pedir evolução) A verdade é que o futebol do Benfica até piorou. Este Benfica é muito frágil. Dez meses deveriam servir para que, pelo menos, existisse alguma consistência defensiva. E nem isso se vê.
Neste momento, o receio de mais uma época deprimente é maior que a esperança numa inversão da situação.

Astutillo Malgioglio disse...

E é preciso não esquecer duas coisas:
. quem dirige o nosso Benfica
. a péssima imagem de Quique junto dos nossos adeptos
O fantasma do episódio Nandinho é bem real e parece-me que será muito pior deixarmos cair o espanhol logo no início da próxima temporada.