sábado, 12 de março de 2011

Há coisas extraordinárias, não há?

O país acordou em sobressalto: o Vice-Presidente do Benfica foi agredido num restaurante da Foz, por dois indivíduos encapuçados, por causa dos comentários que faz às segundas-feiras no programa da SIC Notícias.

Estava acompanhado por mais três pessoas, uma das quais Presidente de Câmara, que sendo testemunha, ao jornal diz que lhe disseram que havia mais uma pessoa, supostamente a controlar a situação.

Quando, pela manhã disse que não contribuía para este jornalismo de pacotilha, tenho na mente mais exemplos de agressões que se passaram noutros locais e com outros intervenientes. O jornalismo e a comunicação social não servem para serem porta-voz deste ou daquele.

Obviamente que não aprovo uma agressão que tenha havido, quanto mais a um Vice-Presidente do Benfica. É grave, e creio que Rui Gomes da Silva, sendo advogado, saberá usar os termos mais convenientes para agir judicialmente.

Até às 21.19, ainda dava de barato A Bola ser veículo de transmissão de notícias, consoante o interesse, mas a partir daí, tudo muda.

O astrólogo desta semana, que está em serviço permanente, diz que tudo o que A Bola escreveu poderá ser inventado. Até poderá ser, mas escusava de o dizer. Indirectamente, pôs a carapuça onde não lhe deveria servir, e sendo assim, parece que o FC Porto esteve directamente relacionado com o caso.

Se assim foi, é muito grave. E é grave, porque as proporções tomam dimensões que roçam a violência gratuita. Abril está já aí, e o sorteio da Liga Europa da próxima semana até poderá escaldar ainda mais um ambiente por si só quente.

Ou o Benfica toma efectivamente medidas concretas relativamente à segurança dos seus corpos dirigentes e das várias equipas (porque já deu para perceber que nalguns locais essa preocupação não existe) ou alguma tragédia poderá acontecer nos próximos tempos.

P.S. Quanto aos que bravamente me acusaram logo de encetar uma guerra contra a Direcção e afins, tendo em conta os outros posts, a explicação é simples. A ligação entre Gomes da Silva e Hermínio Loureiro tem a ver com o facto de ter começado a mexer com aquilo que supostamente, não deveria ser mexido. A lógica está bem presente nesta época... Só não vê quem não quer, e aí, acho que temos casos por demais bem evidentes e bem explicados neste blog. Basta fazerem uma pesquisa...

6 comentários:

Pedrrinho disse...

Julgo que o teu primeiro instinto foi o mais correto, e efetivamente o gomes da silva nem apresentou queixa, por isso é tudo alegadamente, temos de perceber o discurso das pessoas, queria dizer tambem que nesta coisas das agressoes ninguem esta isento, +e melhor nao meter mais fogo...

MR. disse...

Caros Srs. Vocês esquecem-se de coisas primordiais.
O Sr. Rui Gomes da Silva é da cidade do Porto e como tal sabe bem como as coisas se mexem por lá.

Não haveria qualquer hipotese de apresentar queixa lá, sem que ela fosse automaticamente manipulada pelas forças policiais locais.

Vocês podem achar o que quiserem em relação a isto, mas eu só posso é relembra-los de determinados acontecimentos:
Yuran matou uma pessoa na Av. da Boavista, abandonou o carro, onde foi encontrada droga. O que é que a PSP/PJ fez? Nada
Paulo Assunção / Mourinho foram vitimas de ameaças. O que é que a PSP fez? Nada.
Jornalista foi atropelado à porta do tribunal e apresentou queixa. O que é que aconteceu à posteriori? Nada.
Os assassinatos em catadupa que tem existido com gente ligada à noite (um deles foi fundador da claque do clube local), prossegue. Dizem agora que há um julgamento (uma espécide de julgamento). Que fez a PSP/PJ? Acho que detiveram 1 sujeito. (porque o sujeito assassinado tinha muito boas ligações com as forças policiais).

Porque é que o RGS haveria de apresentar queixa na PSP do Porto? Para eles abrirem uma investigação que daria em nada? Não faz sentido, ele, tal como eu, sabemos muito bem como funcionam as forças de segurança por aqui.

Pedrrinho disse...

Novamente, para todos os factos apresentados e que são válidos, eles respondem com buscas a claque dos NN no estadio onde se encontrou droga e armas,aquele individuo do very light conseguiu andar a monte uma data de anos, tambem se incendiou um autocarro, tambem se apedrejou o carro do Pinto da Costa, tambem se agrediu a equipe de hoquei..quando dizia para não se meter fogo, era para lembrar que ninguem está isento..E dizia a questao de apresentar queixa para dizer que neste momento é tudo alegadamente, uma questão de semantica, até porque neste momento o jornal a bola está num caminho muito estranho em que é mais papista do que o papa...

Vermelhusco disse...

Pedrrinho, os membros dos NN envolvidos nisso foram presos. Acontece o mesmo com os corruptos? Nao.
Aquele individuo do Very-Light foi CONDENADO. Estava escondido no Estadio da Luz? Nao. Alguem do Porto foi condenado pelos ataques nas estacoes de servico?
O carro apedrejado de PdC foi pelos NN? Alguem viu alguem identificado como sendo do Benfica? Nao sejas hipocrita. Tambem existe apoiantes do Sporting em Lisboa sabes?

E a diferenca de Benfica e Porto e que a Direccao do Benfica nao manda larachas incendiarias nem incentiva este ambiente de merda enquanto o PdC demonstra ontem como gosta de inflamar os animos.

RC disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cenas disse...

E um jogador do fcp agrediu um puto na luz com uma stickada.
O Co Adrianse levou com um very-light debaixo do carro (terá sido falta de pontaria)?
O carro do pintinho quando foi apedrejado, foi alvo de um milagre!! Não é que a bola de cristal que ele diz que não tem, o avisou para ir no autocarro e não no carro!?! Coincidência. Olhem que ele de simulações de agressões deve saber muito,