sexta-feira, 11 de março de 2011

Vitória Justa

A vitória desta noite contra o PSG teve tanto de difícil como de justa. É verdade que se o árbitro não fizesse vista grossa a um penalti do tamanho do mundo, a eliminatória estaria, provavelmente, mais próxima de estar resolvida....

Ainda assim este é um bom resultado que carecerá de confirmação em Paris.

NB - Como eu estava à espera, fui a maior vítima de ter confessado o que acho de Roberto. Os meus amigos mais chegados encontraram-me no estádio e vieram com uma evidência: no Benfica não se fala mal de jogadores!
Ora hoje não é o dia da resposta. Hoje é o dia de festejar a vitória sobre uma equipa guerreira, feita à imagem, utilizando a feliz expressão de Valdo (com quem, curiosamente, me cruzei), guerreira de Kombouaré, um homem que, enquanto jogador, sempre me impressionou.

14 comentários:

JediVermelho disse...

No Benfica,aparentemente, n se pode é ter opinião... Acho sim é que no estádio n se apupam jogadores nossos, no estadio

DeVante disse...

No Estádio, Roberto deu a resposta...mas claro que ontem não era dia de respostas...

Se estamos em vantagem isso deveu-se principalmente ao espanhol!

Vermelhusco disse...

E esses teus amigos por acaso não assobiaram o César Peixoto ou o Felipe Menezes. O que vale para uns jogadores vale para todos.

João Duarte disse...

O q não vale é os atrasados mentais q assobiavam o Roberto por demorar a repor a bola...a equipa estava de rastos e assim não se pode fazer reposições rápidas!!!!

Mas os "indios" não conseguem ver isto. Desde o principio do jogo q havia jogadores não aguentavam com o cú.

xenrik disse...

No fim de todas as competições podes fazer todos os julgamentos ao Roberto. Até lá é um dos nossos e tem de ser apoiado.

Eu tb não gostava do Quim e sempre o apoiei no decorrer da epoca.

O Roberto ontem até foi elogiado pelo treinador do PSG, considerou-o o grande responsavel por o PSG não ter ganho este jogo.

Saudações,

Xenrik

Nessuno Dorma disse...

Apontar as deficiências técnicas reais de um jogador, não é dizer mal desse mesmo jogador: é dizer que ele tem deficiências técnicas a suprir.

Neste barco, meu caro inespugnabile, estamos juntos.

O Roberto segurou a vitória? Segurou, e bem! Onde? Entre os postes, situação em que não apresenta qualquer deficiência técnica.

Dizer mal de um jogador, isso sim, é assobiar esse mesmo jogador, dentro ou fora de casa. Mas nesse barco não entro eu: deixo-o vazio para o gang do assobio, que insiste em deslocar-se à Catedral...

Agora, vamos incendiar Paris!

DeVante disse...

Peixoto entrou muito bem no jogo ontem e acho que deveria ser titular contra o Portimonense!

pcm disse...

Caro amigo,

Não foi exactamente isso que os teus amigos (este, pelo menos) disseram. Porque, aliás, não acredito nisso. Claro que se pode criticar jogadores! Não deve ser-se leviano ou precipitado a fazê-lo (não é o teu caso) e também acho que se não deve fazê-lo em certas circunstâncias (no decorrer do jogo, p. ex.) em que isso possa prejudicar a equipa — já se sabe como funcionam as massas.

Posso, em resposta ao Vermelhusco, dizer que obviamente ele não sabe de que(m) está a falar. Estes amigos não assobiam jogadores. Ponto. Assobiam árbitros, assobiam adversários, assobiam os idiotas que assobiam, mas não assobiam jogadores do Benfica. Criticam-nos se for o caso, no fim do jogo, a beber umas imperiais.

Porque os tipos que — tendo ou não razão para não gostar deles — ontem assobiaram o Roberto nas "demoras" nas reposições de bola ou o Peixoto na entrada em campo, para além de perceberem muito pouco de bola, estão objectivamente a prejudicar a equipa que dizem apoiar. São idiotas, portanto.

jose garcia disse...

Fico arrasado ao ver a forma como este assunto "Roberto" ameaça tornar-se factor de divisão entre benfiquistas. por isso, quero só dizer duas coisas:

- Roberto não tem culpa do preço que quiseram pagar por ele.
- Roberto está muuiiiitto longe de ser o guarda redes mediocre que muitos dizem ser. Falha, como todos os jogadores do Benfica falham - menos o gigante Luisão :)
O veneravel David Luiz dava casas atrás de casas, o prometedor Gaitan perde bolas como se não houvesse amanhã, o mago Aimar (meu ídolo) falha, no mínimo, 5 passes de 2 metros por jogo...
Roberto foi mal batido no lance em Braga (não acho que seja frango, acho que foi apenas mal batido, como haviam sido Quim no ano passado no mesmo estádio, e Moreira há uns anos atrás no Dragão, num livre do Deco)mas lembrem-se que minutos antes fez uma defesa que, aposto, mais nenhum guarda redes da liga faria, a remate de Lima.

Para concluir, parece-me injusto (e, com todo o respeito, pouco inteligente...) estar a crucificar-se um jogador dos nossos, usando-o como arma de arremesso noutras batalhas contra outras pessoas.

Saudações benfiquistas.

pcm disse...

Subscrevo totalmente tudo que foi escrito pelo José Garcia (com excepção do "pouco inteligente", pois sei bem que não se aplica de todo ao Inespugnabile. Apesar disso também acho que misturar o Roberto com essas outras batalhas é injusto, desajustado e contraproducente, e é exactamente o que mais lhe critico como ontem tive oportunidade de lhe dizer pessoalmente.)

E, já agora, o grande capitão Luisão nos seus primeiros meses no nosso clube, deu mais casas do no resto dos anos. Talvez não fosse mau lembrarmo-nos também disso — e de como a impaciência poderia ter inviabilizado o que veio a seguir — quando pensamos no caso do Roberto.

xenrik disse...

Uma coisa é criticar as falhas tecnicas de um jogador outra é coloca-lo como uma das 3 causas pela perda do campeonato. (e logo como a 1ª causa)

inespugnabile disse...

Felizmente isto é um blogue mais ou menos livre e não apagamos comentários (até agora, se bem mem lembro, só o fiz quando publicaram o telemóvel de SS). Por isso, meus caros, podem bater à vontade.

Podem dizer que sou burro, que faço de propósito ou que pus (mentira!) Roberto como o principal responsável por perdermos o campeonato.

Basta lerem, atentamente, se quiserem, o que escrevi para verem que isso não é verdade.

E, por último, permitam-me, também, uma constatação: sei que nem toda a gente é obrigada a isso, mas qualquer pessoa que me diga que Roberto é bom, quando é o pior guarda-redes em Portugal a sair dos postes, é porque não percebe nada disto.

E v. Exas. estão quase lá...

pcm disse...

Caro amigo,

Como ambos prezamos a frontalidade, vou dizer isto directamente, como penso que devo e com toda a amizade que me mereces: erraste e devias reconhecê-lo. Podes achar o que quiseres do Roberto, mas não devias ter misturado alhos com bugalhos (ou frangos com falcões, se quiseres). Quanto mais não seja por uma questão de correcção: o homem é digno de respeito e simpatia e não merece estar em tal companhia.
Não escreveste, de facto, que ele era o maior responsável, mas puseste a sua fotografia a encimar uma lista dos "três grandes responsáveis". A conclusão dos teus leitores pode ser abusiva mas é legítima (é também por isso que se deve ter cuidado com o se escreve).
Quanto ao Roberto assumo que não percebo nada disto. Gosto imenso dele.
Abraço e saudações benfiquistas.

inespugnabile disse...

Tudo é legítimo. Toda a interpretação. Agora o que não podem é dizer que o pus como principal responsável - isso não o fiz.

Se devia ou não devia ter escrito o texto? Uns dirão que não, outros que sim e outros, ainda, estão a cagar-se para isso. Agora o que te garanto é que tive coragem para o escrever, dizendo o que acho!

Outros, que me criticam em surdina - o que não é o teu caso! -, têm feito muito pior ao Benfica! Muito pior!

Eu limitei-me a apontar o dedo ao Roberto. Como - e tu sabes disso! - tenho feito ao longo de toda a época!