segunda-feira, 4 de abril de 2011

Fábio Coentrão

Neste momento é o único jogador do plantel que se pode considerar Benfiquista. O Luisão também.

O resto não sabe, não lhes ensinam o que é ser Benfiquista. Não têm noção do que é adormecer revoltado e acordar com um nó no estômago, nem sequer vontade para sair da cama há.

Roberto? Sidnei? Cardozo? Péssimos, ontem.

Rui Costa? Tem de ensinar à ONU que compõe o plantel, que estes jogos TÊM de ser ganhos!

Vieira? Tem ainda muito que palmilhar neste negócio de gestão emocional futebolística.

Ver a raiva do Fábio ontem entristeceu-me duplamente, era um dos nossos que se revoltava contra aquilo. É um dos nossos, talvez o último, que será o primeiro a ir embora. Precisamos de referências portuguesas no plantel, não de malta que passa 3 anos e vai embora. Quinta há mais.

Mas esta segunda é mais devastadora que todas as outras...

3 comentários:

OBlau disse...

e é isto que faz a diferença nos jogos com o porto, para eles é uma guerra, para a maioria dos nossos jogadores é mais um jogo...

Sempre que entramos com a mesma garra ganhamos, como ganhamos na taça da liga por exemplo

Seismilhoesum disse...

Aqui há uns anos, o Robert Pires, campeão do Mundo pela França, filho de portugueses e BENFIQUISTA tentou saber se podia jogar no Benfica e não o quiseram. Isto diz bem da "construção" da mística que há por aquí.
O Porto, muitas vezes ajudado, sim senhor.Mas por exemplo, ontem, souberam ganhar um jogo oferecido pelo rival. mas destes já vão uns quatro ou cinco que o Porto, sem qualquer grande exibição mas com brio conseguem ganhar.
Que tal a mentalização do que é o Benfica? Que tal aportuguesar mais o plantel e que tal trazer algumas das grandes figuras da história, para dentro do Benfica?

DeVante disse...

Os nossos jogadores levam tudo na "desportiva".

Viram Moutinho quando ia marcar o canto e parou? Os nossos apressam-se a marcar e ignoram as bolas de golfe. Eles não.

Vocês conhecem mais filho da puta que o Hélton? Eu não...viram o ódio que lhe ia na cara?

Os nossos são do tipo Saviola, Garcia, Airton e Sidnei...

Uma coisa tenho como certa:

Coentrão e Aimar devem sair para longe de Portugal...o nível deles não condiz com a mediocridade portuguesa!