sexta-feira, 1 de abril de 2011

Uma resposta à Benfica.

Assim se vive e convive em democracia:














Na diferença entre o incitamento do freixo e o Esclarecimento do Campeão Nacional, está uma das razões do orgulho e do privilégio de ser do Sport Lisboa e Benfica!

19 comentários:

JPV disse...

O comunicado só omite um ponto, curiosamente o ponto fundamental nesta questão: as bandeiras do Benfica não entram no Dragão porque as suas claques não estão legalizadas, ou seja, perante a lei/no papel não existem...

JPV disse...

Não se tratando de uma claque, tal como acontece na Luz, não são permitidos megafones, tambores, nem quaisquer outros meios de apoio. Perguntem aos spotters que habitualmente andam pela Luz que eles saberão responder-vos...

DeVante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DeVante disse...

JPV,

As claques do Benfica, como não estão "lagalizadas", não podem ostentar bandeiras do clube, a nossa bandeira não pode ser hasteada no Ladrão e o nosso nome não pode ser pronunciado...tudo porque as nossas claques não estão "legalizadas"!

É isso???

DeVante disse...

E olha, nós nem aplicamos o princpipio da reciprocidade na sua plenitude pois se o fizéssemos não restariam bolas de golfe na SportZone do Colombo...

di Zombie disse...

1. Se eu quiser levar uma bandeira e não pertencer a uma claque não o posso fazer?

2. Porque é que esse "impedimento" só acontece num estádio?

Deve haver aí alguma confusão...

David disse...

As claques do Benfica como vocês dizem, são sócios do Sport Lisboa e Benfica com cativo no Estádio da Luz. Se eu quiser ir as antas e levar uma bandeira do BENFICA vão-me proibir por não estar legalizado?

JPV disse...

DeVante,

Eu não justifiquei todos os comportamentos e acontecimentos ocorridos no Dragão. O que eu estou a querer dizer é, apenas, que a decisão do F.C. Porto em relação às claques do Benfica tem um fundamento, a sua não legalização, que de resto é obrigatória desde 2004, conforme refere o comunicado do F.C. Porto. Se as claques não estão legalizada, nada obriga o F.C. Porto ou qualquer outro clube a reconhecê-las como tal e, nesse caso, o clube pode, e bem, proibir a entrada dos referidos materiais de apoio. Sendo verdade que, provavelmente, o F.C. Porto só tem esse comportamento em relação às claques do Benfica, não é menos verdade que nesse caso existe uma justificação; já a proibição imposta pelo Benfica, essa, esbarra na ausência de uma justificação que não a de "cá se fazem, cá se pagam", esquecendo-se do distinto enquadramento legal.

di Zombie,

Não se tratando de uma claque acredito que alguma bandeira passe. Não estaremos, certamente, a falar de bandeiras com as dimensões das normalmente utilizadas pelas claques, nem com os mesmos meios de suporte/sustentação. Tudo o resto, tambores, megafones, etc., não passariam. Não sei se aconteceria em todos os estádios, mas no Estádio da Luz esse tipo de materiais só entra no caso das claques.

O problema das claques, do seu reconhecimento e da sua legalização é muito maior que este Benfica-Porto e está na base de muitos dos problemas que continuam a acontecer nos estádios, precisamente pela diferença de tratamento que vai existindo de clube para clube, estádio para estádio, claque para claque...

A verdade é que, neste caso, a razão está do lado do F.C. Porto, a não ser que entretanto surja uma justificação que não a entretanto apresentada.

Cumprimentos.

JPV disse...

"(...)esse tipo de materiais só entra no caso das claques." - Independentemente de estarem ou não legalizadas.

di Zombie disse...

JPV, essa argumentação parece forçada:

1. Por um lado são os primeiros a não cumprir a lei (não hasteiam a bandeira da equipa visitente, bolas de golfe e animais vivos em campo, etc.) quando se trata do Benfica (único clube visitante com um tratamento diferente).

2. Por outro, aplicam abusivamente a lei no que diz respeito às claques, generalizando-a a todos os adeptos, existindo "n" casos de pessoas impedidas de entrar com adereços do clube.

Penso que o comunicado do Benfica realçou bem estes dois pontos, não passando a reacção dos corruptos de (mais) uma tentativa (falhada) de provocar e branquear aquilo que se passa em contumil! E já agora, todos nós sabemos porque é que a claque deles está legalizada!

JPV disse...

di Zombie, está certo que: o F.C. Porto desrespeitou a "lei" ao omitir o nome e bandeira do Benfica, o F.C. Porto teve excesso de zelo e provavelmente comportamento diferenciado em relação às claques do Benfica e, finalmente, alguns adeptos do F.C. Porto tiveram comportamentos inaceitáveis, beneficiando da conivência das forças de segurança no exterior e no interior do recinto.

Não é verdade que o F.C. Porto tenha aplicado abusivamente a lei - vide aqui: http://www.youtube.com/watch?v=FfXqQ9cbNpg. É fácil constatar que os adeptos do Benfica, mesmo os que pertencem às claques, ostentam consigo adereços pessoais como são o caso das t-shirts, dos cachecóis e afins. Se alguns não o fazem, fazem-no por receio, por temerem pela sua própria segurança - e esse não é, infelizmente, problema único das visitas ao Dragão.

A reacção do Benfica comprova o que procurava transmitir: o seu comportamento, bem como o seu comunicado, em nada é distinto daqueles que são invariavelmente associados ao F.C. Porto. É uma atitude única e nova na Luz, tal como aconteceu no Dragão. Atitudes como esta em nada diferenciam os dois clubes, antes os aproximam, nivelando-os por baixo.

A proibição levantada pelo Benfica não terá outro efeito prático que não o enfurecimento daqueles que por si mesmos já o são em demasia. A tentativa de "represália" levada a cabo pelo Benfica não o eleva, antes o diminui - não só é vazia de enquadramento legal, limitando-se a uma resposta a acontecimentos anteriores, como contribui para somar factos e acontecimentos desnecessários a um jogo já por si cheio de emoção.

No final de contas, todos sem excepção têm a sua quota parte no clima criado e nos acontecimentos que, fora do relvado, poderão ou não marcar o jogo de Domingo. Começou aqui e ninguém sabe onde terminará...

DeVante disse...

"A tentativa de "represália" levada a cabo pelo Benfica não o eleva, antes o diminui..."

Eu pergunto:

"o que temos ganho com a nossa "elevação"? O clube corrupto não faz o que quer com a nossa claque "ilegalizada" em contumil? Não espera até o jogo estar a decorrer a mais de 20mn para os deixar entrar? O que temos ganho com isto?

É pagar na mesma moeda e nem me venham com a estória da "lei" estar do lado do clube da fruta porque "lei" e fcp são duas coisas que nunca se irão combinar...

Pelo menos ficou a tentativa de branqueamento de todo um comportamento de uma corja, com uma única medida tomada pelo Benfica...
Para trás fica a omissão do nosso nome, a ausência da nossa bandeira, as agressões sofridas pelos atletas, os vidros partidos e as injúrias proferidas pelo speaker de serviço...

Falta-nos muito para vos igualar e estar assim nivelado por baixo...

DeVante disse...

"...o F.C. Porto teve excesso de zelo e provavelmente comportamento diferenciado em relação às claques do Benfica"

Então já são claques? Pareces os hajos do CJ que passaram a tratar os stewards como agentes desportivos...

Olha, posto isto eu diria apenas que iremos ter "excesso de zelo" e "comportamento diferenciado" em relação à claque do clube da fruta...e isso, como podes ver, não é nada de mais.

Fodas! Pareces o Verme Aguiar...quando é o clube corrupto a prevaricar é tudo eufemismos e paninhos quentes. Quando é o Benfica, é o fim do mundo!

Hipócritas!

DeVante disse...

"A proibição levantada pelo Benfica não terá outro efeito prático que não o enfurecimento daqueles que por si mesmos já o são em demasia."

Lá estás tu! Lavas mais branco que o OMO...estás a antecipar a justificação para os actos daqueles que veladamente denfendes!

Mas prontos, que seria de esperar daqueles que acham que a "provocação" justifica tudo?!

Ainda alguem vai dar nas trombas do peidoso-mor e justificar com os anos em que esta merda vem "provocando" o SLB...

JPV disse...

Devante, o golo do Fábio Coentrão foi aos 6 minutos...

O que acontece com as claques do Benfica quando vão ao Dragão não é diferente do que acontece com outras claques, incluindo todas as referenciadas, quando vão a Braga, a Guimarães, a Alvalade ou a outros estádios. É fundamental mudar a mentalidade das forças de segurança, é preciso colocar em prática um sistema judicial, e nele incluo a justiça desportiva, que puna esse tipo de comportamentos, é necessário alterar a mentalidade de dirigentes, responsáveis e comentadores desportivos que emitem opiniões e comunicados como aqueles a que temos assistido.

"É pagar na mesma moeda" - isto é que está mal! Repito o que tenho dito desde o jogo da Taça da Liga, quando discuto o tema: isto só acaba quando morrer alguém - e nesse dia, sejamos de que clube formos, a vergonha que sentiremos será maior, muito maior, que o orgulho que nos move em apoio de que clube for.

JPV disse...

DeVante, julgo que te excedeste nos últimos dois posts e nalgumas apreciações que fizeste. Contrariamente ao que afirmas, não sou "quem"/"como" fizeste crer. Nunca defendi alguns comportamentos do F.C. Porto e nunca disse que na prática não se tratavam de claques. Combato, isso sim, a continuidade desta linha de actuação... Ser adepto não implica o fanatismo e a forma cega com que outros os seguem.

Antecipei possíveis comportamentos? Claro, mas não os justifiquei! Contudo, ninguém pode ignorar este tipo de provocações, que não são mais do que isso mesmo, provocações de parte a parte. Ora lá, ora cá...

Existem dúvidas de que poderá acontecer algo de muito grave este Domingo? E de que todos são responsáveis, mesmo que uns sejam mais que outros? Admitir que isto aconteça em Portugal, seja no futebol, seja noutro desporto qualquer, é inadmissível, surreal e terceiro mundista.

Infelizmente já todos se esqueceram, acidente ou não, do que se passou no Jamor...

Benfica disse...

É bem proibido e não é nada comparado com o que fazem no Dragão. Alguns põe-se para aqui a falar de leis da treta, como se alguma vez o foculporto se tivesse preocupado muito com isso desde que pinto da costa deu o "golpe" para a presidência. Por mim, nem os adeptos entravam. Quem quer respeito dá-se ao respeito, ponto final.

MS disse...

O ultimo paragrafo esta a mais.

Para amanha:
- poupar os titulares, o jogo importante e o proximo e o campenonato para o foculporto e uma questao de tempo. Nao ganhar as nossas reservas sera mau para eles; se ganharem aos nossos titulares sera pessimo para nos; se ganharem as nossas reservas os seus festejos perdem o brilho que nao merecem.

Ja o deviamos ter feito na Supertaca, onde ganhar a luis filipe e menezes nao traria grande brilho ou embalagem a um treinador na altura fragil.

DeVante disse...

Se acontecer alguma coisa amanhã, a culpa será tão somente de quem a cometer e de quem, sistematicamente, tenta justificar estas merdas com afirmações do tipo: "são todos iguais", "foram provocados"!

Não são nada todos iguais e são eles a levantarem poeira, inventando pretextos (provocações)...

Fodas! Se não deixam entrar adereços e símbolos do Benfica, maior clube da merda que transformou Portugal, o que queriam? Que lhes estendéssemos a passadeira vermelha e lhes servíssemos champanhe (o outro abriu a garrafa no freixo em 2004)?

Tenham vergonha! Qualquer dia vão se queixar que foram atingidos por bolas de golfe e isqueiros, objectos que todos sabemos serem inofensivos...