terça-feira, 26 de abril de 2011

Memória Curta

Quinta-feira disputa-se a primeira mão da meia-final da Liga Europa. Por ora é só isso que me ocorre relembrar aos esquecidos que por aí gravitam.


E é verdade que até há muito pouco tempo, só podia ser sócio do Benfica quem fosse proposto e visse o seu nome aprovado. Eu, por exemplo, ainda me mantenho em alerta sobre o comportamento da meia dúzia de sócios que propus. Felizmente não tenho tido problemas... mas se algum deles fosse daqueles que acham bem "mandar a equipa para o balneário", estava fodido!


Porque - e não estou aqui a mandar nenhuma lição de benfiquismo, considerando que o Glorioso é de todos - não perceber o que está em causa quando a equipa vem, a medo e com receio, mostrar um título aos adeptos, é não perceber nada de nada. Muito mais quando o nosso capitão, o Luisão, tem estado em todas e tem dado a cara nas horas mais complicadas.


V. Exas. podem pensar que têm todo o direito de ver o Glorioso ganhar ao Paços, esmagando. Eu posso entender que, estando em causa uma final e um jogo de apuramento para outra final, o nosso treinador faz muito bem em manter a equipa em baixa rotação.


Mantenho, na íntegra, o que disse há um mês: se ganharmos só a Liga Europa, será uma época extraordinária!


30 comentários:

Edgar disse...

Sem tirar, nem pôr. Há momentos para discutirmos o Benfica e há outros para apenas o apoiarmos.
Não se exige unanimidade em torno de estratégias desportivo-financeiras, apenas em torno do nosso clube e do nosso ideal. E só isso poderá contribuir para vencermos a Liga Europa.

Outros tentam, vai para 30 anos, lutar contra o Benfica e o benfiquismo. Teria sido tudo diferente, caso todos soubéssemos adoptar os comportamentos devidos, em cada momento: há horas para assobiar e há horas para apoiar, cega e incondicionalmente.

p.s.: e depois de conquistado um título, jamais haverá hora para "mandar o Benfica para o balneário"

GeracaoBenfica disse...

"o nosso treinador faz muito bem em manter a equipa em baixa rotação."

Sabes mais que o JJ, então. Ele próprio o disse que a equipa ficou sem pernas a partir do minuto 60'.

Admite! Não jogámos pevas e a jogar assim qual Liga Europa qual carapuça!

"se ganharmos só a Liga Europa, será uma época extraordinária!"????? Uma pessoa com a tua idade/historial aceita que a Liga Europa seja o ópio do benfiquistas depois de quatro humilhações aos pés do Porto, com outras humilhações na Champions... etc?

Recordo-te que estás na Liga Europa e não é por mérito próprio, mas por "calculadora".

Ginha disse...

ó Geração... Com esse espirito peço te pra nem lá ires na quinta feira pá...

Xenrik disse...

por calculadora? as regras n estavam definidas logo no inicio? então está por merito próprio.

100% de acordo com o teu post inespugnabile.

inespugnabile disse...

O Geração Benfica tem uma forma muito própria de encarar estas coisas...

Humilhar? Humilhá-los é ganharmos a Liga Europa, meu caro, a Liga Europa!

Astutillo Malgioglio disse...

Eu esquecido não serei. Segundo um dos nossos estimados comentadores, estou entre os que "desejam ardentemente perder com o braga para poderem insultar mais e ver cabeças rolar"? De catana em punho conto as horas para iniciar as degolações.

Não percebo as constantes referências ao Luisão, como se fosse preciso alimentar aquela palermice que A Bola, a pedido sabe-se lá de quem, escreveu. Não compreendo porque se quer particularizar uma manifestação de desagrado de alguns adeptos relativamente a toda a equipa.

David disse...

Desde já aviso que também mandei a equipa para o balneário e voltaria a fazê-lo.

Aviso também que apoiei do primeiro ao último minuto sem ter caído na "tentação" de assobiar A ou B.

Já na quarta-feira tinha dito que se queriam festejos recatados após o final do jogo por uma questão de dignidade e para que não caíssemos no ridículo.

Volto a dizer que esta época nunca poderá ser inesquecível quando perdemos uma supertaça, campeonato e taça contra os andrades. (sendo que as duas últimas em casa e da maneira que foram)

Quem quiser enfiar a cabeça na areia, que a enfie. Eu não farei isso por respeito ao meu clube e ao senhor meu Avô que não me ensinou nada disto.

Por último, e para que conste, lá estarei na quinta-feira com o mesmo sentimento de sempre: apoiar até final.

Abraço

inespugnabile disse...

Ó David, se o fizeste, não devias ter feito. Perdeste uma boa oportunidade. O que não apaga, no entanto, o teu benfiquismo inquestionável.

Sei bem que a 18 de Maio, cerca das 22 horas GMT, me vais dizer que neste momento é muito mais difícil manter a cabeça fria e fazer o que um homem deve fazer: apoiar incondicionalmente.

pcm disse...

Não, Inespugnabile, acho que deves estar enganado. Estes benfiquistas inclementes, irrepreensíveis guardiões da história e da honra, é que estão a ver bem as coisas. São tipos com um vastíssimo curriculum de taças europeias nas suas vidas de espectadores (para já não falar de meias-finais!). Afinal o que é que interessa isso de ganhar a Liga Europa?! Se na próxima quinta não despacharmos o Braga com 4 secos e com estilo, o melhor é corrermos a equipa com uma monumental vaia e assim honrar a memória dos nossos avós, da célebre mística e de todas as outras coisas que só nós é que percebemos e praticamos.

(Só tenho uma dúvidazita, porém... Onde é que andava toda esta reserva moral nos tempos do Damásio e do Vale e Azevedo quando tínhamos equipas que, essas sim, envergonhavam a história do Benfica e o estádio sempre com os mesmos 15000? Isto, para já não falar nas assembleias gerais em que se ameaçava de pancada os MUITO POUCOS que se arriscavam a defender o clube do assalto e da extinção?
Eu sei onde tu estavas e tu sabes onde eu estava. E isso basta-me. Já sobre estes palhaços tenho as maiores dúvidas.)

David disse...

PCM,

Sem comentários à tua triste prosa.

Que me lembre não te conheço.

inespugnabile disse...

Ó David, isto é muito fácil: aqueles que decidiram actuar como actuaram, na véspera de uma meia-final europeia, partiram o Benfica ao meio. Podes deizer-me, é certo, que o Benfica já estava partido. Mas isso são contas de outrso rosários. A verdade é esta: a equipa foi a medo ter com os adeptos, que, como eu e aminha mulher aliás, os chamávamos, e V. Exas. correram com eles.

Tu achas bem, o Astutillo acha bem, outros acharão bem, mas nós não só achamos mal, como achamos que foi uma palermice. Muito mais na véspera da meia-final com o Braga.

inespugnabile disse...

PCM, tens razão em parte. Estes rapazes, como David e o Astutillo, que tu conheces, fazem parte de uma geração, como a minha, que ainda não viu o Benfica ganhar nada de substancial.

Eles andam por todo o lado e, muitas vezes, sozinhos com a equipa às costas.

Sucede que no sábado cometeram um disparate do tamanho do mundo e se recusam, agora, a assumi-lo. Só que há momentos decisivos e este é um deles: enquanto a equipa do Braga treinou hoje com o estádio AXA cheio de mensagens de apoio, a nossa está cabisbaixa, refém do Seixal e a preparar um jogo desta importância praticamente sozinha.



Querem fazer algo de apropriado? Vamos lá todos para lhes levantar o moral!

pcm disse...

Exactamente, Insepugnabile. Como digo noutro comentário, no post anterior, o que interessa não é o tamanho do benfiquismo de cada um, mas o que se faz com ele. Quem ainda tiver dúvidas sobre as consequências nefastas dos seus actos no jogo de sábado basta ver o festim que por aí vai nos jornais. A minha única esperança é que a vontade que os jogadores têm de vencer uma prova europeia seja mais forte do que a insegurança e as debilidades actuais da equipa. Depois precisamos de sorte, para que o primeiro golo surja antes do primeiro assobio (que prevejo lá para os 5 minutos, no máximo).

Não sei se o meu comentário é "triste" (de comentários tristes está o blogue cheio), o que sei é que são tristíssimos — e incomensuravelmente mais graves — os comportamentos que me levaram a escrevê-lo.

Astutillo Malgioglio disse...

Oh pcm, para quem há pouco falava de machos-alfa, esta agora do "onde é que andavam"...

Olha, esquece lá os 15 mil. Vou meter a minha pilinha a jogo. Eu fui um dos 2 mil que viram um célebre jogo contra o Campomaiorense. Serve?

DESPORTO ALENTEJO disse...

VOTE NO GLORIOSO PARA VENCEDOR DA LIGA EUROPA EM:

http://www.montemor-evora-arraiolos.blogspot.com/

OBRIGADO

pcm disse...

Pois, Astuto M., não percebo onde é que está a incongruência e a pergunta não só me parece legítima como inevitável.
Não sou eu que me reclamo mais do que os outros ou que acho que estou investido de um direito qualquer especial pelo facto de ter exercido a minha obrigação (se a quisermos entender como tal). Ou seja, e simplificando, não é pelo facto de ter batido palmas ontem que tenho direito de assobiar hoje.
O que está em causa, volto a explicar, não é o benfiquismo de cada um — que não posso pôr em causa (em todos os casos, pelo menos) — é a forma como se manifesta esse benfiquismo e, em última análise, se tal manifestação prejudica ou não o Benfica. Adoptando a hipótese mais benévola para explicar certos comportamentos, lembraria que são muitos os exemplos em que os excessos do amor destroem a coisa amada...

inespugnabile disse...

PCM, tens toda a razão, mas insisto: vai demorar muito tempo até que aqueles rapazes (e acredita que são bem intencionados) percebam o disparate que cometeram ao mandar o Luisão de volta!

Daí não retiro, no entanto, mais do que isso: um disparate, no meio de muito apoio.

Agora o que não percebo, e não percebo mesmo, é que não tenham ainda, perante as evidências, compreendido que esta equipa está em baixo e que precisa de um embalo histórico, que terá de começar nos próprios adeptos.

Hugo disse...

Como diz o Inespugnabile, o Benfica está partido e, se já o estava, neste momento mostra-o e, pasme-se, mesmo à beira de uma meia final da Liga Europa...

É que se a ganharmos, muitos dizem ser uma época horrorosa...

Está bem..

Mas o que vai acontecer, se perdermos a Liga Europa, será ouvir dos que mandam a equipa para o balneário, frases incriminatórias para com os jogadores, o JJ e o LFV. Só eles serão os culpados. Esquecem-se eles que estão a virar as costas num dos momentos mais cruciais da nossa história...

Sim, para o bem ou para o mal (fica ao critério de cada um), esta época pode marcar o ressurgimento de um Benfica europeu ou, caso não ganhe a Liga Europa, de um Benfica miserável que tudo perdeu para os porcos...

Assobiem, virem as costas porque assim vamos ressuscitar o monstro adormecido...mas o da 2º metade dos anos 90 que tanta saudade traz a alguns...

Eu cá sei qual a minha escolha...

GeracaoBenfica disse...

Caro Inespugnabile, vamos lá ver se nos entendemos. Eu não retiro o valor à Liga Europa, longe disso!

O que não posso é usá-la como um tapete para debaixo do qual posso varrer a quantidade imensa de asneiras que se passaram esta temporada.

Lembram-se da Dinamarca que ganhou um Euro para o qual foi repescada? É mais ou menos a mesma coisa... o Benfica pode (e deve) ganhar a Liga Europa - eu já escrevi que está o caminho aberto como nunca esteve.

Mas o que procuro é que não sejam vitórias casuísticas, como as dos dois ultimos campeonatos, porque atrás dessas conquistas se aproveitam logo para fazer esquecer todos os erros e asneiras.

É fácil viver o futebol ao momento... dificil dificil é fazer algo para que esses momentos sejam muitos.

Barrotes disse...

Este deve ser dos post mais "crentes" que já li...

Manter a equipa em baixa rotação ?
Mas já a viste em "alta rotação " ?

Eu honestamente não.

Quantas jornadas do campeonato andamos em "baixa rotação" ? e quais foram os resultados disso ?


Que crente...Fazes mais das pessoas do que elas próprias.

Pedro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pcm disse...

(Tinha ficado ali pendurada a pilinha do Astuto...)

Sim, tens razão, 15000 já é ser generoso.
Não me lembro desse jogo — as vezes até é bom esquecer certos períodos — mas como faltei a muito poucos é provável que lá estivesse. E, quem sabe, se calhar até não estávamos longe... Mas lembro-me de um outro que representa essa militância e o sofrimento a que estávamos, à época, condenados: uma eliminatória da taça (96?) contra o Guimarães, decidida (pelo Marcelo?) no prolongamento. Chovia a cântaros e não devíamos ser mais de 20 no terceiro anel. E um outro, similar, com o Beira-Mar, creio: frio, chuva, bancadas desertas, mau futebol, um futuro negro e um enorme desespero.

We've come a long way.

inespugnabile disse...

PCM, se o Astuto foi dos que mandou a equipa para o balneário, pensando que estava a (sic) "mandar o Benfica para o balneário", como se o Benfica não fosse todos e cada um de nós, bem pode ficar com a pilinha pendurada até que lhe passe um comboio por cima. Talvez aí passe a saber o que é um caralho, que é para onde na quinta-feira terei todo o prazer em mandá-lo.

pcm disse...

Peço desculpa, não foi intencional: devia ter escrito Astutillo e não Astuto. (Mas também a culpa é vossa — já vos devem ter dito que estes vossos pseudónimos não lembram ao careca e que o nome do blogue é um grande disparate, não?...)

David disse...

Inesp

Eu já percebi que a equipa precisa de um apoio incondicional que a leve a ultrapassar o complicado obstáculo que é o Braga.

Com ou sem razão, dependendo da visão de cada um, foi a maneira que encontrei para expressar o meu sentimento de revolta e tristeza perante as derrotas contra os andrades.

Também não disse que uma época em que se ganha uma UEFA será uma época fracassada. No entanto, nada poderá apagar aquilo a que assisti, ao vivo, este ano nos jogos para supertaça, campeonato e taça.

Até final da época estarei em silêncio no que ao julgamento da equipa/técnicos/dirigentes diz respeito.

Por último, não vou medir caralhos de benfiquismo a ninguém porque todos somos importantes.

Até quinta!


SG

Astutillo Malgioglio disse...

pcm, encorres no erro de considerar que o meu post servia o propósito de uma medição de benfiquismo. Não o era. Lancei-o daquela forma porque sabia que o argumento do mau benfiquista viria ao de cima. Rapidamente me aconselharam ir ao alvalaxia, sugestão que recuso em virtude de ter um Lidl mais perto de casa.

O post não foi escrito para dar lições a ninguém. Acontece que o assunto foi abordado aqui no blog e, por uma questão de coerência, decidi assumir o que fiz.

Os malefícios, sinceramente, não os atinjo, a não ser que a equipa do Benfica seja agora um grupelho do infantário, incapaz de lidar com uma crítica. Em que circunstâncias posso eu criticá-los? Há um manual para isso? É que nas derrotas costumam aparecer uns quantos a falar de abutres... Nas vitórias também não pode ser. Se for num treino então, ui!!! (o que me levaria de novo à notícia d'A Bola, que continuo a achar muito curiosa...)

Pois andámos na merda, andámos... Mais que a chuva deprimiam-me as tardes de Maio, em que nos arrastávamos pela simples devoção ao Emblema, porque olhar para aquelas figuras era penoso. Talvez seja por isso que ande a reagir desta forma nos últimos tempos.

Astutillo Malgioglio disse...

Até que enfim inespugnabile!
Estavas a soar-me um pouco condescendente e não é assim que te conheço. Acho que fazes muito bem em mandar-me para o caralho.

inespugnabile disse...

Ó Astuto, fica-te melhor do que dizer pilinha... foda-se, pilinha?

Acabo de ter notícias que me entristecem e que me dizem que a equipa está completamente de rastos. Foda-se!

pcm disse...

A "pilinha" é culpa minha. Mas veio a propósito, no comentário que fiz ao "post do balneário" do A.M.

GM disse...

Realmente, é extraordinário. Mas muito poucochinho. Redutor, vá.